Tecnologias limpas e produção orgânica

Postado as 17/11/2020 13:34:10

Por Texto produzido pelo professor Juarez Ferla

As universidades modernas têm na produção de conhecimento uma das atividades que pode ser utilizada pelas cadeias produtivas, respondendo demandas de conhecimento para a tomada de decisão mais apropriada no campo ou no sistema produtivo. Uma das áreas com carência de informações, tecnologia e conhecimento prático é a produção limpa de alimentos com a utilização ou manipulação positiva dos recursos naturais que estão à disposição. Estes recursos naturais são abundantes em nosso ambiente e podem ser utilizados para resolver problemas enfrentados pelos produtores. Estamos numa região do planeta em que há a maior biodiversidade à disposição, isto é, organismos que podem nos ajudar a resolver problemas na produção de alimentos. Porém, as universidades, como dito acima, devem, com estudos, subsidiar a tomada de decisão com informações, tecnologia e conhecimento aplicado ou não.

Natália Bottoni

O laboratório de Acarologia exerce atividades que dão suporte científico à produção limpa na produção orgânica em geral no sul do Brasil, especialmente no uso aplicado de organismos vivos. Os estudantes de graduação e pós graduação associados ao laboratório descrevem novas espécies de ácaros e os estudam para conhecer a ecologia. Com a descrição anota-se para à comunidade científica a existência dos organismos e com o estudo a ecologia entende-se qual a função dele no ambiente e como poderia ser utilizado pela espécie humana para resolver problemas muitas vezes criados por nós mesmos no ambiente.

A diversidade e riqueza dos ácaros predadores é grande, estando eles no ambiente natural e nos agroecossistemas, isto é, em locais onde são realizadas atividades de produção de alimentos pelos agricultores. Neste local eles controlam as pragas e reestabelecem o equilíbrio natural daquele ambiente. A pesquisa do professor está ligada a capacidade de criar estes inimigos naturais de pragas no laboratório e depois utilizá-los no campo de forma aplicada quando as pragas aparecem. Assim, com esta tecnologia desenvolvida no Laboratório de Acarologia da Univates é possível subsidiar os produtores que querem produzir de forma limpa na produção orgânica.

Elise Bozzetto

Então, se você consumiu morango orgânico proveniente de produtores orgânicos ou ecológicos do Vale do Taquari é possivelmente um beneficiado e agraciado pela pesquisa realizada na Univates. 

Assim, a cadeia produtiva do morango, isto é, produtores, consumidores e o ambiente são beneficiados pelas tecnologias limpas produzidas pela pesquisa em nossa universidade. Este conhecimento está pronto e acessível aos interessados. Contudo, o laboratório continua pesquisado em outras frente, outras cadeias produtivas como a da videira, da maçã, etc... produzindo soluções limpas e ecológicas no controle de pragas.

Professor Juarez Ferla, coordenador do laboratório de Acarologia.