Utilizamos cookies neste site. Alguns são utilizados para melhorar sua experiência, outros para propósitos estatísticos, ou, ainda, para avaliar a eficácia promocional do nosso site e para oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações sobre os cookies utilizados, consulte nossa Política de Privacidade.

Alfabeletrando auxiliou cerca de 140 crianças de Garibaldi a aprimorarem a leitura e a escrita

Postado as 23/12/2021 14:03:48

Por Lucas George Wendt

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa

Turmas que participaram da iniciativa



As crianças garibaldenses participantes do Alfabeletrando – Laboratório de Alfabetização – receberam na última semana os certificados de participação nas atividades, marco de finalização do projeto da Universidade do Vale do Taquari - Univates em parceria com a Prefeitura de Garibaldi. O Laboratório de Alfabetização é um projeto que tem como objetivo melhorar o desempenho escolar de crianças que tiveram seu desenvolvimento de aprendizagem prejudicado pela pandemia de covid-19. 

As atividades iniciaram em setembro e, desde então, foram realizadas na Escola Estadual de Ensino Fundamental Santo Antônio, em Garibaldi. Com foco nas carências específicas de cada estudante ocasionadas pela adaptação da aprendizagem ao contexto da pandemia, a Univates selecionou e preparou professores e monitores, que acompanharam as crianças no contraturno escolar. O modelo adotado foi o do projeto de extensão Alfab&Letrar, criado pela Univates para promover ações com a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e com alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental.

No encerramento das atividades do projeto, a Univates entregou à equipe da Secretaria de Educação de Garibaldi os dados preliminares de uma pesquisa que acompanhou o desempenho dos alunos nesse período. Os estudos quantitativos e qualitativos são coordenados pela professora doutora Kári Lúcia Forneck, que revela que indicadores já demonstram evolução na aprendizagem da leitura e da escrita entre as crianças participantes. Um compilado dos resultados, acompanhado de uma análise estatística, está sendo realizado, e os dados finais serão entregues à Secretaria de Educação posteriormente, para que a administração municipal consiga avaliar a ação. 

Conforme a coordenadora do projeto, professora doutora Grasiela Kieling Bublitz, este “foi um momento emocionante tanto para o grupo de crianças quanto para a equipe de professores e monitores responsáveis pelas aulas”. Na avaliação da docente, Garibaldi adiantou-se ao atender de forma pontual os alunos impactados pela pandemia na volta ao ensino presencial. “As aulas do projeto aconteceram duas vezes por semana, com ênfase em atividades para resgatar a aprendizagem da leitura e da escrita por meio de atividades diferenciadas”, destaca. 

Turmas que participaram da iniciativa

Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Turmas que participaram da iniciativa
Turmas que participaram da iniciativa

Divulgação

Divulgação

Estudante Nicolas pediu ao Papai Noel mais Alfabeletrando em 2022






Estudante Nicolas pediu ao Papai Noel mais Alfabeletrando em 2022.