MELHORIA DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO PROCESSO DE ROTOMOLDAGEM EM UMA EMPRESA

Autores

  • Everton Bertoldi UPF - Universidade de Passo Fundo
  • Evandro Bertoldi UNIJUI - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v10i4a2018.1797

Palavras-chave:

Rotomoldagem, Eficiência Energética, Definição de Parâmetros, Otimização de Consumos

Resumo

Este estudo tem como objetivo melhorar a eficiência energética de um processo produtivo de rotomoldagem, otimizando o consumo de energia elétrica e gás liquefeito de petróleo (GLP), e mantendo a qualidade dos produtos produzidos. Foi desenvolvida uma investigação prática para acompanhar e entender o processo produtivo, e com base no referencial teórico, foi proposto ações para que o objetivo pudesse ser alcançado. As ações auxiliaram na definição dos parâmetros do processo, enfatizando o tempo de forno, identificado como principal causa dos problemas de peças não conformes. A partir da análise dos resultados referentes à peça estudada, observou-se que do total de 192.000 peças produzidas no período de um ano, 1,2%, ou seja, 2.304 peças não puderam ser aproveitadas, pois não estavam em conformidade. Além disso, das 2.304 peças não conformes, 67%, ou 1.544 peças, apresentaram problemas de imperfeições devido à falta de tempo no forno. A partir dos problemas com o processo de forno, foi possível comparar os custos consumidos em relação aos programados. Considerando a soma do custo do processo das peças não conformes (energia elétrica e GLP), o polietileno desperdiçado, o custo envolvido na trituração do polietileno desperdiçado, o custo do novo processo das peças a fim de atender ao pedido, e o polietileno para este novo processo, chegou-se ao custo total consumido. Desta forma, observou-se um desperdício de 39% nos custos de fabricação gastos devido aos problemas evidenciados no processo de forno. Através dos resultados obtidos, concluiu-se que a eficientização energética de um processo produtivo não necessariamente precisa de altos investimentos. E além dos fatores econômicos, o estudo permitiu a realização de ajustes no procedimento interno dos setores da empresa envolvidos no processo produtivo.

Biografia do Autor

Everton Bertoldi, UPF - Universidade de Passo Fundo

Engenharia de Desenvolvimento

Evandro Bertoldi, UNIJUI - Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul

Pesquisa & Desenvolvimento

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

28-12-2018

Como Citar

BERTOLDI, Everton; BERTOLDI, Evandro. MELHORIA DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NO PROCESSO DE ROTOMOLDAGEM EM UMA EMPRESA. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 10, n. 4, 2018. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v10i4a2018.1797. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/1797. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Ciências Exatas e Tecnológicas