PROPOSTAS METODOLÓGICAS PARA ENQUADRAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS: ESTUDO DE CASO DE UMA ANÁLISE DISTINTA PARA O ENQUADRAMENTO DE CORPOS HÍDRICOS URBANOS

Autores

  • Vrandrieli Jucieli Skovronski Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Erechim/RS
  • Adriana Paula Francieski Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Erechim/RS
  • Saraiane Eluise Bender Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Erechim/RS
  • Cristiane Funghetto Fuzinatto Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim/RS http://orcid.org/0000-0003-4645-6583

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v10i4a2018.2040

Palavras-chave:

Desenvolvimento sustentável. Gestão dos Recursos Hídricos. População participativa

Resumo

As propostas metodológicas para os corpos hídricos e seus respectivos enquadramentos são determinadas pelo nível de qualidade da água e para os usos em que o corpo hídrico será destinado. O embasamento para o enquadramento é realizado a partir de Resoluções e Leis de âmbito ambiental, visando aplicar instrumentos de gestão e planejamento dos corpos hídricos levando-se em consideração os aspectos qualitativos, quantitativos e outros que afetem os recursos hídricos. O processo de enquadramento dos recursos hídricos, e em especial as consultas públicas possibilitam uma proximidade entre o sistema de gestão dos recursos hídricos e a população da bacia, pois através destas podem ser modificadas, com base nos usos preponderantes de água para cada trecho dos corpos hídricos da bacia, por isso da necessidade de divulgação, além de abrir espaços para discussões com a sociedade a respeito de questões ambientais. A discussão do processo do enquadramento dos recursos hídricos deve proporcionar o exercício da representatividade e contribuir para o fortalecimento do Comitê de Bacia, no seu papel de gestor das águas. Sendo assim, é necessário que se reflita e se aprofunde as metodologias participativas, para que a participação pública no processo de enquadramento seja satisfatória.

Biografia do Autor

Vrandrieli Jucieli Skovronski, Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Erechim/RS

Acadêmica do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária

Adriana Paula Francieski, Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Erechim/RS

Acadêmica do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária

Saraiane Eluise Bender, Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Erechim/RS

Acadêmica do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária

Cristiane Funghetto Fuzinatto, Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim/RS

Graduação em Oceanografia pela Universidade do Vale do Itajaí (2006). Mestre em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Santa Catarina, na área de Toxicologia Ambiental e Qualidade de Água(2009). Doutora em Engenharia Ambiental na área de toxicologia ambiental com ênfase em genotoxicidade e mutagenicidade realizando testes in vivo com peixes (2013). Experiência em Qualidade de Água e Toxicologia Ambiental. Pós-doutorado Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD/CAPES-Institucional) vinculada ao Programa de Pós Graduação em Eng. Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina onde atuou com pesquisas relacionadas aos efeitos toxicológicos in vivo e in vitro da exposição a diferentes nanomateriais e nanocompósitos. Graduação em andamento em Engenharia Ambiental e Sanitária ma Universidade do Sul de Santa Catarina com previsão de conclusão em dezembro de 2016. Atualmente é Professora Adjunta do Curso de Engenharia Ambiental da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS/Campus Erechim-RS na área de Gestão e Planejamento Ambiental.

Downloads

Publicado

28-12-2018

Como Citar

SKOVRONSKI, Vrandrieli Jucieli; FRANCIESKI, Adriana Paula; BENDER, Saraiane Eluise; FUZINATTO, Cristiane Funghetto. PROPOSTAS METODOLÓGICAS PARA ENQUADRAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS: ESTUDO DE CASO DE UMA ANÁLISE DISTINTA PARA O ENQUADRAMENTO DE CORPOS HÍDRICOS URBANOS. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 10, n. 4, 2018. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v10i4a2018.2040. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/2040. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Ciências Exatas e Tecnológicas