AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO MOTOR DE CRIANÇAS PREMATURAS NASCIDAS EM UMA PEQUENA CIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS

Emanuelle Garcia Moreira, Magali Teresinha Quevedo Grave

Resumo


Contextualização: crianças com desenvolvimento motor atípico, ou que se apresentam com risco de atrasos, merecem atenção e ações específicas, já que os problemas de coordenação e controle do movimento poderão se prolongar até a fase adulta. Objetivo: observar o desenvolvimento motor de bebês prematuros e verificar se eles apresentam algum déficit no desenvolvimento motor em função da prematuridade. Métodos: o estudo caracteriza-se por uma abordagem exploratória descritiva, de campo, quantitativa, retrospectiva, com corte transversal. A coleta de dados foi realizada por meio do protocolo Alberta Infant Motor Scale (AIMS), que tem por objetivo avaliar possíveis riscos de atraso no desenvolvimento motor de bebês prematuros com idade cronológica entre zero e dezoito meses. Foram avaliados dez bebês prematuros, nascidos em um hospital de pequeno porte do Vale dos Sinos, com idade gestacional entre 31,5 e 36 semanas. Resultados: o estudo mostrou que os bebês observados apresentam desenvolvimento motor adequado em todas as posturas estudadas (prono, supino, sentado, em pé). Conclusão: o desempenho dos prematuros estudados foi normal pela escala AIMS e manteve-se dentro do percentil 25% a 90%, o que caracteriza compatibilidade às habilidades motoras esperadas para suas respectivas faixas etárias.

Palavras-chave


Prematuridade. Desenvolvimento motor. Alberta.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Emanuelle Garcia Moreira, Magali Teresinha Quevedo Grave

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: