A INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO E O CRESCIMENTO ECONÔMICO BRASILEIRO

Sarah Lima Queiroz, Elaine Aparecida Fernandes

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo principal avaliar como os investimentos em infraestrutura de transportes, realizados entre os anos de 2008 e 2013, afetaram o crescimento econômico do país. Através de um modelo de dados em painel de efeitos fixos, elucidou-se que o processo de crescimento econômico é multicausal, com destaque para a relevância das interações geográficas através dos spillovers (P&D, dotação e investimentos em infraestrutura). Em adição, os resultados mostraram que a oferta de mais conexões rodoviárias e os spillovers de investimento em infraestrutura de transporte afetaram positivamente o crescimento econômico. Além disso, destaca-se que essas variáveis foram mais importantes que os investimentos em P&D, que não apresentaram significância estatística. Conclui-se, a partir disso, que os investimentos em infraestrutura de transporte são importantes para o crescimento econômico, mas a precária dotação desta infraestrutura tem prejudicado o país. Dessa forma, ratifica-se a necessidade de políticas públicas que priorizem investimentos no setor, visando não apenas quantidade, mas também, qualidade da infraestrutura construída.

Palavras-chave


infraestrutura de transporte rodoviário; crescimento econômico; transbordamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v25i2a2018.1732

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Sarah Lima Queiroz, Elaine Aparecida Fernandes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: