CORRUPÇÃO E ECONOMIA: UM ESTUDO SOBRE A CONVERGÊNCIA NO CONTEXTO MUNDIAL

Luis Felipe Guerini de Marchi, Gustavo Inácio de Moraes

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo realizar uma análise sobre a convergência da percepção de corrupção nas economias mundiais, investigando as causas e os efeitos da corrupção na economia. O estudo motiva-se no fato de que a corrupção é um fator que altera de forma acentuada o cenário econômico e político dos países, afetando diretamente todas as pessoas que fazem parte de uma sociedade. Para isso é feita uma revisão e coleta dos dados fornecidos pelo Banco Mundial em parceria com a Transparência Internacional, através do ranking do índice de percepção de corrupção, desde 1995 até 2018. Feito isso, aplica-se os dados nas matrizes de transição com emprego das cadeias de Markov, para observar se existe uma convergência do índice e para quais grupos de classes dos países o índice está convergindo. Do mesmo modo, foram elaboradas classificações acordo com o modelo, para formar as classes de grupos dos países. Como resultado, verifica-se uma convergência do índice de percepção de corrupção para as classes intermediárias, sendo este um resultado razoável/bom. Assim, observa-se uma dificuldade grande da maioria dos países para migrar para as classes superiores, sendo estas, as classes com os menores índices de corrupção.

Palavras-chave


Corrupção; Economias Internacional; Cadeia de Markov; Análise de Convergência; Índice de percepção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i2a2020.2448

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Luis Felipe Guerini de Marchi, Gustavo Inácio de Moraes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: