AGRICULTURA FAMILIAR NA REGIÃO PAMPEANA/ARGENTINA: UM DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO PARA O ESTABELECIMENTO DE NOVAS POLÍTICAS DE DESENVOLVIMENTO

Denise Medianeira Mariotti Fernandes, Erica Karnopp

Resumo


A agricultura familiar na Argentina tem importância vital para a manutenção da segurança alimentar, supre a demanda por alimentos de grande parte do consumo interno, além de propiciar emprego genuíno e manter milhares de famílias vivendo na área rural. Nesse contexto, elegeu-se a região Pampeana, com seus solos férteis e grande potencial para a agropecuária, para analisar a atual conjuntura da agricultura familiar, no que se refere a políticas públicas e qualidade de vida dos produtores e suas famílias. Para tanto, optou-se pela pesquisa descritiva de natureza qualitativa porque visa à investigação das características de uma situação em estudo. Neste artigo, desenvolve-se a descrição dos principais pontos do processo de articulação desenvolvido na região Pampeana/Argentina, expõem-se os principais problemas, detalham-se algumas oportunidades de melhoria no contexto da agricultura familiar e apresentam-se as principais estratégias e linhas de ação voltadas para o desenvolvimento rural. Na análise desenvolvida, observa-se que os avanços vislumbrados são ínfimos, diante da necessidade de os agricultores familiares terem acesso à educação, à cultura, ao emprego, ao lazer, a saúde etc. e da falta de políticas públicas que deem dinamismo aos fatores econômicos locais e contribuam para o crescimento e o desenvolvimento rural sustentável.

Palavras-chave


Argentina; agricultura familiar; desenvolvimento rural sustentável.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Denise Medianeira Mariotti Fernandes, Erica Karnopp

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: