A EFETIVIDADE SOCIAL DO PROGRAMA BOLSA VERDE DE MINAS GERAIS

Marlene de Paula Pereira, Maria Izabel Vieira Botelho, Marimar de Fátima Condé, Sebastião Cezar Ferreira

Resumo


O programa Bolsa Verde de Minas Gerais, instituído pela Lei n. 17.727/2008 e regulamentado pelo Decreto 45.113/2009, objetiva a concessão de incentivo financeiro aos proprietários e posseiros que apoiarem a conservação da cobertura vegetal nativa. O presente trabalho teve por objetivo investigar a efetividade social desse programa nos municípios de Alto Rio Doce e Cipotânea, localizados na região da Zona da Mata Mineira. A metodologia utilizada foi a consulta aos bancos de dados do IEF (Instituto Estadual de Florestas) e a realização de entrevistas semiestruturadas com os beneficiários. As investigações revelaram que o programa apresenta falhas como dificuldades por parte dos agricultores de acessarem a política pública e atrasos no pagamento do benefício. Constatou-se que algumas falhas do programa se devem à falta de uma política de apoio aos agricultores.

Palavras-chave


Bolsa Verde; agricultura familiar; preservação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Marlene de Paula Pereira, Maria Izabel Vieira Botelho, Marimar de Fátima Condé, Sebastião Cezar Ferreira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: