1

Ler tudo que puder sobre o país, cidade e região, bem como a Instituição do país de destino. Providenciar dicionário e mapa. Aproveitar sites para realizar pesquisas preliminares sobre cidades, pontos turísticos, empresas, meios de transporte etc.

2

Verificar qual é a temperatura na cidade de destino.

3

Fazer cópias de todos os documentos que vai levar, inclusive do passaporte e do seguro de saúde. Levar fotografias 3x4, 4x4 e/ou 5x7, pois serão muitas vezes solicitadas.

4

Trocar um pouco de dinheiro pela moeda local quando chegar no aeroporto de destino. Sugerimos levar Euro para a Europa e dólar americano para os demais destinos (sugestão: Agência de Viagens Free, Swisstur Turismo e Câmbio Ltda.).

5

Não deixar todo o dinheiro em um só local da bagagem, visto que pode se extraviar. Usar uma pochete de tecido junto ao corpo para guardar o dinheiro.

6

Fazer as vacinas necessárias e levar junto a carteirinha internacional de vacinas.

7

Bagagem:

  • escolher malas menores com rodinhas;
  • não exagerar na quantidade de roupas e calçados, levar somente o necessário;
  • não levar objetos de valor;
  • identificar as malas com etiquetas;
  • observar o peso que pode ser levado - as companhias aéreas costumam cobrar altas taxas por excesso de bagagem;
  • bagagem de mão: levar uma necessaire com uma muda de roupas e itens pessoais. Materiais pontiagudos/cortantes deverão estar na mala, jamais como bagagem de mão.
8

Medicamentos:

  • levar remédios que utiliza regularmente, pois em outros países poderá ser difícil adquiri-los e sempre necessitará de receitas - isto acarretará consulta médica;
  • levar medicamentos com bulas;
  • receitas devem ser traduzidas;
  • manter os frascos bem fechados e sem contato com roupas.
9

Para a viagem:

  • viajar com roupas confortáveis;
  • separar os documentos que vão ser apresentados no aeroporto ou alfândegas;
  • não deixar suas malas desatendidas;
  • não segurar a bagagem de outra pessoa;
  • fazer refeições leves;
  • beber bastante água;
  • fazer caminhadas dentro do avião.
10

Alfândega:

  • verificar com a receita federal o que pode ser levado;
  • verificar o que deve ser declarado;
  • não levar alimentos;
  • declarar a erva de chimarrão e apresentar a nota de compra se solicitado;
  • observar o limite de compras no Free Shop.
11

Guardar as notas de compra, pois poderá reembolsar o imposto (TAX FREE) no exterior antes de voltar. A apresentação destas notas é realizada no Aeroporto do país onde estará quando do retorno para o Brasil. Verificar se é permitido trazer aquilo que quer comprar.

12

Quando chegar ao Aeroporto de destino, procurar o auxílio dos funcionários da empresa aérea e do Aeroporto. Tenha muita calma. Lembre-se: você é capaz e a comunicação leva-nos aos mais distantes locais.

13

Ser sempre pontual nos compromissos, seguindo os horários locais. Os meios de transporte são, na maioria das vezes, pontualíssimos. Antes de solicitar informações, verificar se não existe indicação como placas ou outro. Nas estações de trem é possível obter livretos com todos os horários que partem da estação central, ou consultar no site da companhia ferroviária. Aproveitar as ofertas especiais das empresas ferroviárias para final de semana. Lembrar de sempre viajar com ticket para evitar multas e/ou incomodações com a polícia. Observar os horários de início e término da validade do ticket.

14

Alimentação: opções mais baratas são refeições em Restaurantes Universitários. Café e lanches podem/devem ser comprados nos supermercados/mercados. As refeições em restaurantes têm valor mais elevado. Aos poucos vá experimentando os alimentos. No início dê preferência às frutas e alimentos conhecidos.

15

Idioma: exponha-se à língua; conviva com os falantes nativos; registre expressões novas; evite falar com brasileiros; assista a filmes e ouça rádio; faça um glossário de gírias locais.

16

Comportamento: você é quem está se inserindo em nova cultura, portanto deve se adaptar a ela. Procurar observar primeiro como são as outras pessoas/ o povo do país, para aprender como é a melhor forma de agir, de se relacionar. Não se basear somente em uma pessoa. Quando pedir informações, não esqueça de ser gentil: "por favor", "muito obrigado" etc.

17

Passaporte: o passaporte deve ser encaminhado, o quanto antes, na Polícia Federal, sendo a mais próxima de Lajeado no município de Santa Cruz do Sul.

18

Visto: o visto difere para cada país, cabendo ao aluno buscar informações para o encaminhamento, podendo solicitar a ajuda da DRI sempre que precisar.

19

Seguro: o aluno deve optar por fazer um plano de saúde, em agências de viagens, seguradoras, ou, em alguns casos, o cartão em que é feita a compra da passagem dispõe de opções de seguro. Para alunos que vão para Portugal, existe a possibilidade de encaminhar o seguro PB4 (Certificado de Direito à Assistência Médica), um dos benefícios que o Acordo de Segurança Social/Seguridade Social entre Brasil e Portugal proporciona. Apenas brasileiros filiados ao PIS/PASEP e seus dependentes podem usufruir desse benefício. O seguro, no entanto, cobre apenas Portugal. Se o aluno estiver em algum país vizinho, não estará coberto. Mais informações através do link: http://sna.saude.gov.br/cdam/.