MUDANÇAS NOS MODOS DE FAZER RÁDIO NO PERÍODO PÓS-TELEVISIVO: ESTUDO DE CASO DA RÁDIO INDEPENDENTE, LAJEADO/RS

Autores

  • Eduardo Luiz Eggers Univates
  • Jane Márcia Mazzarino Centro Universitário Univates
  • Sergio Luiz Puggina Reis Univates

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v9i2a2017.1033

Palavras-chave:

História da mídia sonora. Rádio. Televisão. Produção radiofônica. Rádio Independente.

Resumo

Dentro de um contexto de contínuas mudanças que desafiam o rádio, possivelmente as transformações mais significativas se devem à concorrência com a televisão. Esta pesquisa tem como principal objetivo contextualizar historicamente a evolução do jornalismo no rádio, a fim de investigar as alterações na programação da Rádio Independente após o surgimento da televisão. O método é qualitativo, desenvolvido através de pesquisa bibliográfica, documental, estudo de campo e estudo de caso. O tratamento dos dados foi realizado pela análise textual.

Biografia do Autor

Eduardo Luiz Eggers, Univates

Graduado em Jornalismo, Univates. Radialista.

Sergio Luiz Puggina Reis, Univates

Mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; professor do curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo da Univates.

Downloads

Publicado

31-07-2017

Como Citar

EGGERS, Eduardo Luiz; MAZZARINO, Jane Márcia; REIS, Sergio Luiz Puggina. MUDANÇAS NOS MODOS DE FAZER RÁDIO NO PERÍODO PÓS-TELEVISIVO: ESTUDO DE CASO DA RÁDIO INDEPENDENTE, LAJEADO/RS. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 9, n. 2, 2017. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v9i2a2017.1033. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/1033. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas e Sociais