ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE MAMADEIRAS EM ESCOLAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL: IDENTIFICAÇÃO E ESTUDO DE TÉCNICAS DE DESINFECÇÃO

Autores

  • Natalia Oliveira Flores Universidade do Vale do Taquari Univates
  • Jairo Luis Hoerlle Universidade do Vale do Tauari Univates
  • Gabriela Kniphoff da Silva Lawisch Universidade do Vale do Taquari Univates
  • Mônica Jachetti Maciel Universidade do Vale do Taquari Univates

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v11i3a2019.2238

Palavras-chave:

Mamadeiras, Escola, Desinfecção, Microbiologia

Resumo

As mamadeiras, apesar de serem importantes e fornecerem uma praticidade aos pais e cuidadores, são objetos de fácil contaminação. A manipulação por diversas pessoas e a não desinfecção correta podem expor a criança a inúmeros microrganismos patogênicos. O objetivo deste trabalho foi a realização de analise microbiológica de mamadeiras em escolas de educação infantil, com respectiva identificação dos possíveis microrganismos encontrados e estudo da eficácia de três técnicas de desinfecção, sendo elas a técnica com hipoclorito de sódio, a técnica de fervura e o teste com vinagre de álcool. As mamadeiras foram escolhidas aleatoriamente, e a identificação microbiológica foi realizada conforme Manual da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Foram testadas, em triplicatas, três técnicas de desinfecção, sendo elas as técnicas com hipoclorito de sódio, a técnica de fervura, e a utilização de vinagre de álcool. De trinta amostras, oito apresentaram crescimento bacteriano, sendo identificados os seguintes microrganismos: Staphylçococcus spp., coagulase negativa, em duas amostras da escola municipal, Klebsiella pneumonie e Escherichia coli em seis amostras coletadas na escola da rede particular. A técnica de fervura se mostrou mais eficaz na desinfecção das cepas testadas. Os resultados mostraram que existem falhas nos processos de limpeza e desinfecção das escolas, visto que houve crescimento de bactérias patogênicas. Ressalta-se a importância de revisão das técnicas de desinfecção com os responsáveis, visando garantir melhores condições higiênico-sanitárias nestes ambientes.

Biografia do Autor

Natalia Oliveira Flores, Universidade do Vale do Taquari Univates

Biomédica pela Universidade do Vale do Taquari Univates

Jairo Luis Hoerlle, Universidade do Vale do Tauari Univates

Mestre em Medicina pela UFRGS, coordenador do Laboratório de Análises Clínicas Univates

Gabriela Kniphoff da Silva Lawisch, Universidade do Vale do Taquari Univates

Mestre em Genética e Biologia Molecular pela UFRGS, professora da Univates

Mônica Jachetti Maciel, Universidade do Vale do Taquari Univates

Professora e Pesquisadora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) e do Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais Sustentáveis (PPGSAS)

Downloads

Publicado

19-11-2019

Como Citar

FLORES, Natalia Oliveira; HOERLLE, Jairo Luis; LAWISCH, Gabriela Kniphoff da Silva; MACIEL, Mônica Jachetti. ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DE MAMADEIRAS EM ESCOLAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL: IDENTIFICAÇÃO E ESTUDO DE TÉCNICAS DE DESINFECÇÃO. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 11, n. 3, 2019. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v11i3a2019.2238. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/2238. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde