ASSOCIAÇÃO ENTRE PARÂMETROS NEUROMUSCULARES E CAPACIDADE FUNCIONAL EM MULHERES IDOSAS

Autores

  • Daniela Beatriz da Silva Universidade do Vale do Taquari-Univates
  • Jéssica Luana Dornelles da Costa Universidade do Vale do Taquari-Univates
  • Caroline Pieta Dias
  • Carlos Leandro Tiggemann Universidade do Vale do Taquari-Univates

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v11i3a2019.2294

Palavras-chave:

Envelhecimento. Capacidade funcional. Força. Massa muscular

Resumo

O envelhecimento pode ser explicado como sendo um conjunto de processos específicos, associados à inúmeras alterações com repercussões na autonomia, funcionalidade e saúde desta população e assim, refletindo na qualidade de vida. Desta forma, o objetivo foi relacionar os parâmetros neuromusculares com a capacidade funcional de mulheres idosas. Amostra foi composta por 31 mulheres, com faixa etária entre 60 e 78 anos. A pesquisa consistiu em avaliações antropométricas, através da mensuração de massa corporal, estatura, perímetros e dobras cutâneas. A partir dos resultados destas medidas, estimou-se a massa muscular (MM) e o índice de massa muscular (IMM). A capacidade funcional foi avaliada por meio dos testes de subir degraus (DEG), sentar e levantar (CAD) e Timed Up-and-Go (TUG), sendo a força avaliada por meio do teste de uma repetição máxima (1RM) no aparelho Leg Press. Foram encontradas correlações significativas (p<0,05) entre o teste de 1RM com todos os testes funcionais (TUG r = -0,533; CAD r = -0.380; DEG r = -0579), porém não ocorreram correlações entre MM e a funcionalidade. Concluiu-se que neste estudo a força muscular teve influência na capacidade funcional em mulheres idosas.

Downloads

Publicado

19-11-2019

Como Citar

SILVA, Daniela Beatriz da; COSTA, Jéssica Luana Dornelles da; DIAS, Caroline Pieta; TIGGEMANN, Carlos Leandro. ASSOCIAÇÃO ENTRE PARÂMETROS NEUROMUSCULARES E CAPACIDADE FUNCIONAL EM MULHERES IDOSAS. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 11, n. 3, 2019. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v11i3a2019.2294. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/2294. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde