RELAÇÃO ENTRE ATIVIDADE FÍSICA E OSTEOPOROSE EM MULHERES APÓS A MENOPAUSA EM UM MUNICÍPIO DO INTERIOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Caroline Baldissera Univates
  • Leonardo De Ross Rosa Univates

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v14i3a2022.3142

Palavras-chave:

Osteoporose, Atividade física, Menopausa, Qualidade de vida

Resumo

Este estudo teve o objetivo de relacionar como o histórico de atividades físicas influencia no aparecimento da osteoporose em mulheres no período da pós-menopausa e comparar a qualidade de vida das mesmas. Trata-se de uma investigação quantitativa, descritiva e de campo. Participaram do estudo 46 mulheres. Foram aplicados os questionários Whoqol-Bref e um sociocultural que analisa o histórico de atividade física fracionado por idades. O estudo evidenciou que a prática de atividade física na adolescência confere uma melhor qualidade de vida, postergando o diagnóstico de osteoporose e diminuindo os impactos causados pela doença.

Biografia do Autor

Leonardo De Ross Rosa, Univates

Possui graduação em Educação Física pela Universidade de Caxias do Sul (UCS-2003), pós-graduação em Administração e Marketing Esportivo pela Universidade Gama Filho (UGF-2006), mestrado em Educação pela Universidade de Caxias do Sul (UCS-2011) e é doutorando em Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade do Vale do Taquari - Univates (2017) . Atualmente é professor assistente da Universidade do Vale do Taquari - Univates e coordenador do curso de Educação Física, Bacharelado. Tem experiência nas áreas de Educação Física, com ênfase em saúde, inclusão, paradesporto, esportes, administração e marketing esportivo, além de filosofia da educação.

Downloads

Publicado

16-11-2022

Como Citar

BALDISSERA, Caroline; ROSA, Leonardo De Ross. RELAÇÃO ENTRE ATIVIDADE FÍSICA E OSTEOPOROSE EM MULHERES APÓS A MENOPAUSA EM UM MUNICÍPIO DO INTERIOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 14, n. 3, 2022. DOI: 10.22410/issn.2176-3070.v14i3a2022.3142. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/3142. Acesso em: 23 jun. 2024.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde