SÍNTESE PROTEICA MUSCULAR E INFLUÊNCIA DA SUPLEMENTAÇÃO DE ÔMEGA 3: ASPECTOS ATUAIS

Autores

  • João Araújo Paim
  • Andre Luiz Lopes Univates
  • Tamires Ramos Ferreira
  • Mariana Carvalho de Almeida Conceição

Palavras-chave:

síntese proteica, sarcopenia, sinalização anabólica, suplementação.

Resumo

A síntese proteica muscular é um processo complexo e importante no envelhecimento, atividade física e hipertrofia muscular. A regulação da síntese proteica envolve etapas importantes, como a transcrição, tradução e a ativação da proteína-alvo da rampamicina em mamíferos (mTOR). O mTOR é encontrado em dois grandes complexos, o mTORC1 e o mTORC2. O mTORC1 desempenha papel importante no processo de hipertrofia das células musculares e compreende um conjunto de interações entre fatores que regulam positiva e negativamente a síntese proteica. O ômega 3 é um ácido graxo polinsaturado essencial capaz de aumentar a sinalização anabólica ativando a fosforilação do mTOR e, consequentemente, a p70 quinase S6 ribossomal 1 (p706sk). É possível que essa ativação ocorra por estímulo direto ao homólogo R enriquecido no cérebro (Rheb) e à proteína humana vacuolar de ordenação 34 (HVps34). Devido à possibilidade anabólica do ômega 3, ele tem sido estudado como uma intervenção suplementar no tratamento da sarcopenia e auxílio no processo de hipertrofia muscular. Futuros estudos são necessários para melhor compreensão sobre a síntese proteica muscular e a suplementação de ácidos graxos.

Downloads

Publicado

28-09-2014

Como Citar

PAIM, João Araújo; LOPES, Andre Luiz; FERREIRA, Tamires Ramos; CONCEIÇÃO, Mariana Carvalho de Almeida. SÍNTESE PROTEICA MUSCULAR E INFLUÊNCIA DA SUPLEMENTAÇÃO DE ÔMEGA 3: ASPECTOS ATUAIS. Revista Destaques Acadêmicos, [S. l.], v. 6, n. 3, 2014. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/destaques/article/view/418. Acesso em: 16 jul. 2024.

Edição

Seção

Ciências Biológicas e da Saúde