LEVANTAMENTO BIBLIOMÉTRICO DOS ESTUDOS COM MEDIDAS DE CONTROLE QUÍMICO E BIOLÓGICO DE Xanthomonas vasicola pv. vasculorum

Autores

  • Taiane Aparecida Ribeiro Nepomoceno Universidade Estadual do Oeste do Paraná.
  • Alex Junior Pietrobon Corteva Agriscience
  • Leonardo Trevizan Castanheira

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v28i4a2021.3022

Palavras-chave:

Bibliometria, Estria bacteriana do milho, Controle de doenças

Resumo

A estria bacteriana do milho (Xanthomonas vasicola pv. vasculorum) está presente em regiões produtoras do mundo, afetando a milhocultura e causando impactos econômicos. Contudo, pelo fato de ser uma patologia recente na cultura do milho as medidas de controle para o manejo dessa bacteriose são escassas. Partindo desse contexto, o levantamento dos estudos referentes aos tipos de controle para essa bacteriose, pode oferecer informações sobre os produtos e espécies mais estudadas no mundo. O principal objetivo deste artigo foi levantar informações bibliométricas sobre o controle químico e biológico de Xanthomonas vasicola pv. vasculorum, no âmbito nacional e internacional. Para isso realizou-se uma varredura em cinco bases de dados, considerando-se estudos no idioma inglês, português e espanhol, em um recorte temporal de 2016 a 2021. O levantamento apontou que o Brasil é o único país com pesquisas publicadas sobre controle químico e biológico para esta bacteriose. Apenas três publicações foram localizadas segundo os critérios de inclusão, publicadas em 2018, 2020 e 2021. Dentre os produtos químicos mais eficientes no controle da bactéria em questão têm-se aqueles formulados com amônia quaternária, óxido cuproso, oxicloreto de cobre e casugamicina. Em relação ao controle biológico Pseudomonas aeruginosa e Gluconacetobacter diazotrophicus apresentaram potencial antibiótico contra Xanthomonas vasicola pv. vasculorum. No entanto, os achados confirmam a necessidade de maior dispêndio em pesquisas e desenvolvimento de métodos para o controle da estria bacteriana do milho, pois, atualmente existem poucas pesquisas e informações disponíveis na literatura sobre as técnicas de controle químico e biológico para esta espécie.

Biografia do Autor

Taiane Aparecida Ribeiro Nepomoceno, Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Bióloga. Doutoranda em Desenvolvimento Rural Sustentável, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon, PR, Brasil.

Alex Junior Pietrobon, Corteva Agriscience

Engenheiro Agrônomo, Mestre em Agronomia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Corteva Agriscience, Toledo, PR, Brasil.

Leonardo Trevizan Castanheira

Engenheiro Agrônomo pelo Centro Universitário da Fundação Assis Gurgacz, Ubiratã, PR, Brasil.

Downloads

Publicado

29-12-2021

Como Citar

NEPOMOCENO, Taiane Aparecida Ribeiro; PIETROBON, Alex Junior; CASTANHEIRA, Leonardo Trevizan. LEVANTAMENTO BIBLIOMÉTRICO DOS ESTUDOS COM MEDIDAS DE CONTROLE QUÍMICO E BIOLÓGICO DE Xanthomonas vasicola pv. vasculorum. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 28, n. 4, 2021. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v28i4a2021.3022. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/3022. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos