Shelf-life de produtos alimentícios

Postado as 25/03/2021 14:18:31

Por Hans Fröder, Marion Ruis e Tainá Drebes

O Laboratório Unianálises oferece a análise para estimar a vida de prateleira (shelf-life) de produtos alimentícios. O estudo indica previamente as melhores condições de tempo e temperatura, necessidades analíticas. Considera as legislações específicas do produto ou ensaios que podem ser inseridos para avaliar, por exemplo, a deterioração. O objetivo é descrever um conjunto de dados que podem ser usados para previsão, controle de processo, otimização e simulação de várias operações de processamento de alimentos, permitindo que cenários prováveis e informações sobre os sistemas alimentares sejam explorados, além de simplificar o processo para maximizar a vida útil. Várias indústrias podem se beneficiar das análises, em especial frigoríficos, laticínios e agroindústrias em geral.

Embora a responsabilidade geral pela segurança recaia sobre o fabricante, não existe nenhum método genérico para estimar e definir o prazo de validade, ou seja, muitos fatores diferentes podem afetar a segurança e a qualidade do produto. Essas condições incluem qualidades sensoriais, como: cor, sabor, aroma, textura e aparência geral, alterados por reações físico-químicas; valor nutritivo, avaliado pelas concentrações de proteínas, vitaminas, sais minerais etc., também passíveis de alterações por reações físico-químicas, crescimento microbiano, ação enzimática, infestação por insetos, entre outros. 

 

Mediante o conhecimento da tecnologia e levando em consideração os fatores como formulação, processamento, embalagem e condições de armazenamento, as indústrias podem interpretar e especificar melhor os resultados obtidos. Ainda, para minimizar a degradação dos alimentos durante o processamento ou armazenamento, podem determinar modelos cinéticos que descrevem as taxas de degradação e a dependência de fatores (intrínsecos/extrínsecos) como o teor de umidade e a temperatura.