APRENDIZAGEM BASEADA EM PROBLEMAS E MAPA CONCEITUAL: UMA EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO CURSO DE PEDAGOGIA

Francisca Melo Agapito, Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen

Resumo


O presente artigo tem como objetivo relatar a percepção de alunos sobre utilização das estratégias pedagógicas denominadas: mapa conceitual e aprendizagem baseada em problemas como potencializadoras do processo de aprendizagem do conteúdo “Políticas públicas para pessoas com deficiência”, no curso de Pedagogia de uma instituição de Ensino Superior no município de Imperatriz-MA. O estudo configura-se como uma pesquisa-ação, com abordagem qualitativa e pautada na análise descritiva. A utilização destes mecanismos possibilitou a melhoria da qualidade das aulas, tornando-as mais atrativas, além de motivar os alunos para o aprendizado do conteúdo proposto através de uma atividade diferente. As estratégias foram extremamente satisfatórias, propiciando o engajamento dos alunos para a realização das mesmas, além de trazer uma nova percepção acerca da construção de conhecimentos e da diversidade de atividades que são possíveis para efetivar a aprendizagem. Nesta perspectiva, essa experiência contribuiu para uma construção significativa, bem como, para tornar as aulas inovadoras para os alunos, proporcionando assim, uma melhor aprendizagem que embasará futuras tomadas de decisão na vida profissional.

Palavras-chave


Aprendizagem. Aulas inovadoras. Construção significativa. Estratégias de ensino.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v37i2a2016.1083

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Francisca Melo Agapito, Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: