A MODELAGEM E A SIMULAÇÃO COMPUTACIONAL COMO FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS NO ENSINO DE FÍSICA

Jefferson Oliveira do Nascimento, Italo Gabriel Neide, Sônia Elisa Marchi Gonzatti, Marcelo Albano Moret

Resumo


A Física é uma disciplina de fundamental importância, seja no ensino médio regular, na educação profissional ou em muitos currículos ao nível superior. Porém, devido à abordagem pedagógica com que é apresentada para os alunos, o resultado muitas vezes não corresponde a um aprendizado significativo, com reprovações e evasões do ambiente de aprendizagem. Em nossa prática profissional, percebemos que os discentes nestes três níveis de ensino apresentavam concepções equivocadas em relação aos conhecimentos físicos relacionados ao fenômeno das estações do ano. Este fato suscitou o desenvolvimento desta pesquisa com alunos do PROEJA, com o objetivo de identificar se há indícios de aprendizagem significativa dos conteúdos pelos alunos no ensino de Física por meio da utilização de ferramentas tecnológicas. Para isto, realizamos um estudo de caso por meio de uma intervenção pedagógica. As ferramentas tecnológicas escolhidas corresponderam a modelagem e a simulação computacional. O alicerce teórico cognitivo da presente pesquisa é a Teoria da Aprendizagem Significativa de David Ausubel. Ao fim, o objetivo de verificar indícios de aprendizagem significativa foi alcançado, indicando a possibilidade da modelagem e a simulação computacional serem caracterizadas como materiais educacionais potencialmente significativos.

Palavras-chave


Ensino de física; Modelagem Computacional; Simulação Computacional; Estações do Ano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v38i1a2017.1378

Apontamentos



Direitos autorais 2017 Jefferson Oliveira do Nascimento, Italo Gabriel Neide, Sônia Elisa Marchi Gonzatti, Marcelo A. Moret

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: