NARRATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA: CRENÇAS DESVELADAS NO DISCURSO DE DOCENTES

Graciene Verdécio de Gusmão

Resumo


sta pesquisa de cunho qualitativo-interpretativista buscou investigar as crenças de professores sobre o processo de aprendizagem de Língua Inglesa a partir de suas narrativas de aprendizagem. O corpus foi constituído de narrativas de aprendizagem de Língua Inglesa de professores disponíveis no banco de dados do projeto Aprendendo com Memórias de Falantes e Aprendizes de Língua Estrangeira (AMFALE), da Faculdade de Letras (FALE), da UFMG. Os resultados desta análise foram significativos, pois possibilitaram uma reflexão sobre as políticas de formação de professores de línguas vigentes no Brasil, bem como despertaram a necessidade de repensá-las, com vistas a uma possível (re)formulação, no intento de buscar subsídios inovadores para enfrentar os desafios latentes no atual ensino escolarizado brasileiro.

Palavras-chave


Crenças. Formação docente. Ensino e Aprendizagem. Língua Inglesa. Narrativas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v38i2a2017.1524

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 GRACIENE VERDÉCIO GUSMÃO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: