JEAN-FRANÇOIS LYOTARD E A CONDIÇÃO PÓS-MODERNA: PERSPECTIVAS PARA OS FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

Raimundo Rajobac, Simone Romani

Resumo


Vivemos numa sociedade determinada em todas as suas dimensões pelos avanços científicos e tecnológicos. Estabelece-se um modo relacional e dinâmico entre os seres humanos, no qual as novas tecnologias ocupam lugar nuclear. A educação vê-se cada vez mais desafiada a dialogar com esse novo cenário, lançando mão dessas novas ferramentas para contribuir com os processos formativos. A pós-modernidade é um estado paradigmático da cultura que determina, via novas tecnologias, a formação dos sujeitos. O objetivo do presente artigo é pensar o papel das novas tecnologias no contexto educacional como uma questão fundamental, uma vez que o ser humano se encontra envolvido e determinado em sua totalidade por tal contexto. Para tanto, servimo-nos do diagnóstico sobre a condição pós-modernidade de Lyotard para, em seguida, refletir sobre os desafios para a pedagogia na contemporaneidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Raimundo Rajobac, Simone Romani

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Tradução automática: