Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1178
Title: Fatores de risco para internação em UTI Neonatal na região central do Rio Grande do Sul
Authors: Brauner, Vanessa Marcele
Keywords: Prematuridade;UTI Neonatal;Internação Neonatal
Date of Defense: 1-Dec-2015
Issue Date: Dec-2016
Citation: BRAUNER, Vanessa Marcele. Fatores de risco para internação em UTI Neonatal na região central do Rio Grande do Sul. 2015. Artigo (Graduação) – Curso de Enfermagem, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 01 dez. 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1178.
Abstract: O presente estudo teve por objetivo a avaliação da relação do parto e nascimento com a internação em UTI Neonatal, foram investigados os dados sociodemográficos e obstétricos maternos e neonatais. A pesquisa é do tipo exploratória-descritiva com uma abordagem quantitativa, o campo de ação foram dois hospitais do interior do Estado do Rio Grande do Sul localizados na Região Central do Estado, a amostra foi de 71 Notas de Alta de neonatos que internaram na UTI Neonatal, de janeiro a junho de 2015. Com os resultados da pesquisa observou-se que o principal fator de risco para internação na UTI Neonatal é a prematuridade, sendo que a maioria das mães dos prematuros não apresentaram nenhum fator de risco materno. O parto cesárea ocorreu em 87,32 % dos nascimentos que levaram os bebês a UTI Neonatal. Embora as mulheres realizaram mais consultas de pré-natal e o APGAR destes RNs foi adequado. A melhoria da saúde materna é um importante desafio para o sistema de saúde brasileiro, diversas mortes poderiam ser evitadas com uma atenção qualificada no pré-natal, parto e puerpério.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1178
Appears in Collections:Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015VanessaMarceleBrauner.pdf122,99 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons