Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/1443
Title: Avaliação da resposta dinâmica de pés protéticos através do sensor inercial – um estudo de caso
Authors: Girotto, Paula Regina
Keywords: Amputação;Pé SACH;Pé dinâmico;Sensor inercial
Date of Defense: 1-Jul-2016
Issue Date: Mar-2017
Citation: GIROTTO, Paula Regina. Avaliação da resposta dinâmica de pés protéticos através do sensor inercial – um estudo de caso. 2016. Artigo (Graduação) – Curso de Fisioterapia, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 01 jul. 2016. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/1443.
Abstract: A amputação do membro inferior constitui evento traumático físico e emocional para quem o sofre, pois perde-lo acarreta grande repercussão física, tal que a reabilitação é o procedimento para o indivíduo amputado voltar a realizar a marcha mais naturalmente. O estudo almeja verificar a resposta dinâmica dos pés protéticos, durante a marcha, em um indivíduo amputado. Realizou-se a avaliação da marcha de uma voluntaria com 36 anos, amputada transtibial, adaptada a prótese e utilizando aparelho sensor inercial, marca Free4act, com a utilização de dois tipos de pés protéticos: pé SACH e pé Dinâmico, ambos da marca OttoBock. A coleta ocorreu em duas etapas: primeiramente, a voluntária realizou caminhada em esteira com os pés selecionados por 5 minutos para familiarização; posterior, caminhou em linha reta por 15 metros com o sensor ligado. Os resultados da velocidade, cadência, comprimento do passo, porcentagem da fase de apoio e balanço foram anotados numa tabela para posterior comparação. O pé SACH aumenta a velocidade e a cadência da marcha, porém quando comparado com o membro inferior não amputado, este apresenta menor comprimento do passo. O pé dinâmico possui melhor resposta comparado ao pé SACH, de modo que se assemelha com o membro inferior não amputado, como também com o pé humano. A avaliação espaço-temporal da marcha, por sensor inercial, demonstrou-se útil, ao passo que gerou dados quantitativos reprodutíveis. Logo, há necessidade de realizar um estudo com amostragem maior e com diferentes níveis de amputações para obter dados mais significativos.
The amputation of the lower limb is physically and emotionally traumatic event for those who suffer, because it loses it brings great physical impact, such that rehabilitation is the procedure for the amputee to return to perform walking more naturally. The study aims to verify the dynamic response of prosthetic feet during gait in an amputee individual. This was the assessment of gait of a voluntary 36, amputated transtibial adapted the prosthesis and using inertial sensor device, Free4act brand, with the use of two types of prosthetic feet: SACH foot and dynamic foot, both Ottobock brand. The collection took place in two stages: first, voluntary held walk on a treadmill with the feet selected for 5 minutes for familiarization; later, she walked straight for 15 meters with the connected sensor. The results of speed, cadence, stride length, percentage of the stance phase and balance sheet were recorded in a table for comparison. The SACH foot increasing the speed and cadence gait, but not when compared to the lower limb non-amputee, that presents a smaller length step. The dynamic foot has better response compared to SACH foot, so that resembles the non-amputee leg as well as the human foot. Conclusion: The evaluation spatiotemporal gait by the inertial sensor, proved to be useful, while generating reproducible quantitative data. Therefore, there is a need to conduct a study with more patients and with different levels of amputations for more meaningful data.
URI: http://hdl.handle.net/10737/1443
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016PaulaReginaGirotto.pdf374,95 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons