Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/3075
Title: Design e intergeracionalidade: criação de plataforma digital para fortalecer os vínculos afetivos entre idosos e crianças por meio do estímulo cognitivo de ambos
Authors: Bruckner, Melanie Sol
Keywords: Design;Intergeracionalidade;Funções Cognitivas;Plataforma digital;Intergenerationality;Cognitive Functions;Digital platform
Date of Defense: 15-Dec-2020
Issue Date: Dec-2020
Citation: BRUCKNER, Melanie Sol. Design e intergeracionalidade: criação de plataforma digital para fortalecer os vínculos afetivos entre idosos e crianças por meio do estímulo cognitivo de ambos. 2020. Monografia (Graduação em Design) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 15 dez. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3075.
Abstract: A intergeracionalidade pode ser definida como a interação social entre indivíduos de idades distintas, na qual há troca de conhecimentos, valores e experiências de vida. Neste contexto, a relação entre crianças na terceira infância e idosos, tema deste projeto, traz benefícios para ambos, ao contribuir para o estímulo de suas funções cognitivas, pois elas desempenham um papel importante ao longo da vida, auxiliando na realização de tarefas de forma autônoma e influenciando na qualidade de vida. Entretanto, essa relação está passando por um processo de distanciamento, devido às mudanças de princípios e hábitos entre as gerações. Desta forma, as tecnologias digitais surgem como possíveis aliadas do processo de aprendizagem e do incentivo à atividade mental, desde que bem aplicadas. Assim, o objetivo do projeto é criar uma plataforma digital com atividades que estimulem as funções cognitivas e incentivem o fortalecimento dos vínculos afetivos entre idosos e crianças na terceira infância, contribuindo para manter a mente ativa do idoso, a desenvolver as capacidades mentais da criança e a melhorar a empatia e interação social de ambos. Para tal, foi utilizada a metodologia de Jesse James Garrett em conjunto com os métodos do Human-Centered Design. Na etapa de coleta de dados foram realizadas análise de similares, entrevistas com possíveis usuários, com profissionais e questionários quantitativos que, juntamente com a pesquisa teórica, possibilitaram formar um conjunto de dados a ser explorado, por meio de uma lista de requisitos que orientou a etapa criativa deste trabalho. O desenvolvimento criativo da plataforma iniciou-se com métodos do Human-Centered Design que auxiliaram na definição do conceito e serviram de inspiração para a identidade visual do projeto. Ademais, foram estruturados o fluxo do usuário, os wireframes e os elementos que fazem parte da interface digital. A partir disso, criou-se um protótipo funcional para testes de usabilidade, avaliando se os objetivos foram alcançados e recebendo feedback que auxiliou no refinamento das telas finais do projeto. Por fim, refletiu-se sobre a necessidade de firmar parcerias com profissionais da área da tecnologia, saúde e educação para a futura implementação da plataforma digital. Com este trabalho, obteve-se a percepção do design como uma ferramenta interdisciplinar que pode contribuir para melhorar a qualidade de vida dos usuários e sua comunidade.
Intergenerationality can be defined as the social interaction between individuals of different ages, in which there is an exchange of knowledge, values and life experiences. In this context, the relationship between children in the third childhood and the elderly, theme of this project, brings benefits to both, by contributing to the stimulation of their cognitive functions, since they play an important role throughout life, helping to perform tasks autonomously and influencing quality of life. However, this relationship is undergoing a process of distancing, due to changes in principles and habits between generations. In this way, digital technologies emerge as possible allies in the learning process and in encouraging mental activity, if they are well applied. Thus, the objective of the project is to create a digital platform with activities that stimulate cognitive functions and encourage the strengthening of affective bonds between the elderly and children in the third childhood, contributing to keep the elderly mind active, to develop the child's mental capacities and to improve their empathy and social interaction. For this, the methodology of Jesse James Garrett was used in conjunction with the methods of Human-Centered Design. In the data collection stage, similar analysis, interviews with possible users, professionals and quantitative questionnaires were carried out, which, together with the theoretical research, made it possible to form a set of data to be explored, through a list of requirements that guided the creative stage of this work. The platform's creative development started with Human-Centered Design methods that helped define the concept and served as inspiration for the project's visual identity. In addition, the user flow, wireframes and elements that are part of the digital interface were structured. From this, a functional prototype was created for usability tests, evaluating whether the objectives were achieved and receiving feedback that helped in the refinement of the final screens of the project. Finally, it was reflected on the need to establish partnerships with professionals in the area of technology, health and education for the future implementation of the digital platform. With this work, the perception of design was obtained as an interdisciplinary tool that can contribute to improving the quality of life of users and their community.
URI: http://hdl.handle.net/10737/3075
Appears in Collections:Design

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020MelanieBruckner.pdf16,04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons