Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/439
Title: Avaliação do comprometimento sensório motor de pacientes com diagnóstico de Acidente Vascular Encefálico (AVE) atendidos na Clínica Escola de Fisioterapia da UNIVATES
Authors: Cappelari, Márcia Maria
Keywords: Acidente Vascular Encefálico;Fisioterapia;Fugl – Meyer
Issue Date: 27-Mar-2014
Abstract: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) caracteriza-se pelo aparecimento súbito de sintomas clínicos de perturbações focais da função do encéfalo, devido a alteração no fluxo sanguíneo. É a causa mais comum de deficiência em adultos, causando sequelas neuromotoras permanentes. O presente estudo, classificado como transversal, descritivo e quantitativo teve como objetivo avaliar o comprometimento sensório motor de pacientes pós AVE, que estavam em atendimento na Clínica- Escola de Fisioterapia da UNIVATES. Participaram 9 pacientes, sendo 7 do sexo masculino e 2 do sexo feminino, com idade média de 59,2 anos. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados o protocolo Fugl – Meyer, método que quantifica a mobilidade passiva de diferentes segmentos corporais e presença de dor na mesma, sensibilidade, desempenho motor de membros inferiores e superiores e equilíbrio. Os resultados demonstram que nenhum participante atingiu a pontuação máxima no escore da mobilidade passiva (44 pontos), sendo que 55,6 % deles atingiram para dor (44 pontos) na mobilidade passiva. Na avaliação da sensibilidade, apenas um voluntário atingiu pontuação máxima de 24 pontos. Na área de comprometimento motor, 77,8 % apresentaram comprometimento severo (0 a 50 pontos) e 22,2 % comprometimento motor moderado (85 a 95 pontos). No escore do equilíbrio nenhum paciente atingiu nota máxima de 14 pontos, bem como na pontuação máxima do escore final do protocolo (226 pontos). Conclusão: o protocolo de Fugl – Meyer é um instrumento de fácil e rápida aplicação, que possibilita avaliar a mobilidade, dor, sensibilidade, função motora e equilíbrio de pessoas pós AVE e neste estudo, todos os voluntários apresentaram comprometimento sensório motor, (com exceção do paciente E que não apresentou alteração da sensibilidade), levando a limitações das capacidades funcionais.
URI: http://hdl.handle.net/10737/439
Appears in Collections:Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarciaCappelari.pdf2,43 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons