Diplomados Destaque

01 Julho de 2020

Giseli Buffon - diplomada em Ciências Biológicas - licenciatura

Quando o amor pela ciência e a vontade de empreender andam juntos
 
Amante da ciência e da natureza, Giseli Buffon viu na docência a oportunidade de realizar seus sonhos: conhecer outros países e promover o empreendedorismo no Vale do Taquari.
 
O primeiro passo para transformar seus sonhos em realidade foi concluir o magistério e iniciar a graduação em Ciências Biológicas - licenciatura. Antes de se tornar diplomada da Univates, Giseli conseguiu uma bolsa de iniciação científica com o professor Juarez Ferla, e desde então a pesquisa faz parte da sua vida.
 
Já atuando na área do ensino, a diplomada dividia a rotina entre dar aulas e realizar atividades de pesquisa. Após concluir o mestrado em Biotecnologia, Giseli deu um passo importante para sua carreira de pesquisadora: conquistou o segundo lugar na seleção de doutorado em Biotecnologia, recebendo bolsa de estudos integral. 
 
Após concluir o doutorado, Giseli trazia na bagagem todo o seu amor pela pesquisa: oito artigos científicos, sendo sete publicados em revistas das áreas de botânica e biotecnologia e um em revisão, além de um capítulo de livro publicado pela Editora Springer e um depósito de patente. Com todas essas publicações, a diplomada foi convidada pelo Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGBiotec) da Univates para participar do Prêmio Capes Tese, evento que premia as melhores teses do Brasil.
 
Todo o esforço e o amor pela educação e pela ciência fizeram com que Giseli realizasse um de seus sonhos: conhecer outros países. Em 2018 a diplomada foi convidada para apresentar um trabalho em um encontro de pesquisadores na Espanha, acompanhada por seu orientador, Raul A. Sperotto. "Meu orientador me incentivou a apresentar meu trabalho e me deu todos o suporte financeiro e intelectual para que isso acontecesse. Hoje não somos somente aluno e professor e sim amigos."
 
Mas ainda faltava realizar um sonho: desenvolver o ambiente de pesquisa e de bioeconomia na região. Foi então que a diplomada, ao lado de sua colega de doutorado Anja Dullius, montou a Syntalgae, uma empresa de base tecnológica focada em pesquisa, desenvolvimento e inovação, cuja missão é disponibilizar a biodiversidade de microalgas para substituir produtos convencionalmente sintetizados à base de petróleo por produtos naturais renováveis e desenvolver produtos inovadores que melhorem outras cadeias produtivas, como alimentação animal e humana. Com essa ideia inovadora, as pesquisadoras foram contempladas em um edital da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), ganhando o valor de R$ 150.000,00, e ficaram em 1º lugar na primeira etapa do Programa Acelera. A seriedade do trabalho despertou o interesse de um investidor-anjo, que aplicou dinheiro na empresa e oportunizou que Giseli realizasse um curso na Alemanha com outros pesquisadores. O apoio fundamental para desenvolver o projeto também veio do Parque Científico e Tecnológico Univates (Tecnovates), no qual a empresa está incubada, contando com a mentoria de professores.
 
Além de se dedicar ao projeto de sua empresa, Giseli atua em uma escola da rede privada de ensino de Encantado. “Quero motivar os alunos a fazerem pesquisa e serem empreendedores na região”, revela. Comprometida com a ciência, a diplomada defende a importância da adoção de políticas públicas para fomentar que pessoas com menos poder aquisitivo tenham acesso à educação de qualidade. 
 
Ao unir ciência e empreendedorismo, Giseli espera que futuramente sua empresa consiga dar oportunidade para colegas que, assim como ela, acreditam que podem mudar a região onde vivem por meio da educação e da ciência. “Apaixonei-me pelo empreendedorismo por causa disto: por meio dele podemos mudar a realidade de uma região com emprego e desenvolvimento”, finaliza a diplomada.
 
Texto: Laura Villa Brust
 
Clique para ampliar


ENVIE A SUA HISTÓRIA