ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA PELO MÉTODO WHOQOL-BREF: ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE CURITIBA, PARANÁ

Autores

  • Larissa Maria da Silva Ferentz Pontifícia Universidade Católica do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1359

Palavras-chave:

Indicador, Qualidade de Vida, WHOQOL-BREF

Resumo

A qualidade de vida vem se mostrando um importante parâmetro a ser considerado no planejamento urbano das cidades, de modo que se faça presente o conhecimento sobre os problemas enfrentados no dia-a-dia das pessoas a partir da sua percepção. Desta forma, foi adotado um estudo de caso amostral na cidade de Curitiba/PR através do método de Qualidade de Vida da Organização Mundial de Saúde–Breve (WHOQOL-BREF). O índice WHOQOL-BREF, tem sua aplicação por meio de questionários, os quais totalizaram uma amostra estratificada de 425 cidadãos para aplicação do presente instrumento de pesquisa, em escala Likert de cinco pontos. A qualidade de vida da cidade de Curitiba teve como média geral 3,62, permanecendo em uma classificação entre “regular” e “bom”. A partir dos dados quantitativos, foi possível identificar as regiões mais críticas referente a qualidade de vida, estando estas localizadas, em sua maior área, na região sul da cidade. Utilizando a opinião da população, também pode-se identificar quais são as mudanças prioritárias a serem executadas em cada local, desde melhorias no transporte, criação de parques, até a despoluição de rios.

Biografia do Autor

Larissa Maria da Silva Ferentz, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Gestão Urbana, Planejamento, Gestão e Políticas Públicas. Engenheira Ambiental. Mestranda em Gestão Urbana da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). E-mail: ferentzengenharia@gmail.com

Downloads

Publicado

28-12-2017

Como Citar

FERENTZ, Larissa Maria da Silva. ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA PELO MÉTODO WHOQOL-BREF: ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE CURITIBA, PARANÁ. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 24, n. 3, 2017. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1359. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/1359. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos