UNIDADES DE CONSERVAÇÃO E COMUNIDADES LOCAIS: GESTÃO DE CONFLITOS E INSTRUMENTOS DE PARTICIPAÇÃO

Autores

  • Matheus Miranda da Silva Universidade Federal de Minas Gerais
  • Isadora Ferreira dos Santos
  • Fernanda Rafaela Canuto Silva
  • Camila Palhares Teixeira Centro Universitário de Sete Lagoas Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1397

Palavras-chave:

Áreas protegidas, Participação social, Gestão do ambiente.

Resumo

O debate conservacionista em torno da criação e implantação de áreas protegidas tem ganhado força nas últimas décadas. A visão de um ambiente intocável, separado do homem, proporcionou, às unidades criadas a partir do modelo aplicado desde a criação do Yellowstone National Park, a necessidade de iniciar processos de expulsão dos habitantes que nela residiam, gerando enormes conflitos com esta população. Este artigo tem por objetivo analisar as relações entre as unidades de conservação e as comunidades que nela sustentam-se, a partir do levantamento de pontos de colisão de interesse e dos instrumentos legais para a inserção das comunidades locais na vida e tomada de decisões nas unidades de conservação. Uma metodologia exploratória-descritiva baseou esta pesquisa, por meio do desenvolvimento de uma pesquisa bibliográfica sobre os aspectos relevantes à temática. A partir do levantado, elucidou-se a situação dos conflitos entre a implantação de unidades e as populações locais, e o potencial da aplicação de ferramentas de participação na integração das comunidades na gestão das áreas protegidas, considerando-se todo o contexto político-histórico e demandas da região.

Biografia do Autor

Matheus Miranda da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais

Bacharel em Engenharia Ambiental pelo Centro Universitário de Sete Lagoas

Isadora Ferreira dos Santos

Bacharel em Engenharia Ambiental pelo Centro Universitário de Sete Lagoas

Fernanda Rafaela Canuto Silva

Bacharel em Engenharia Ambiental pelo Centro Universitário de Sete Lagoas

Camila Palhares Teixeira, Centro Universitário de Sete Lagoas Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre. Professora do curso de Ciências Biológicas, no Centro Universitário de Sete Lagoas.

Downloads

Publicado

28-12-2017

Como Citar

MIRANDA DA SILVA, Matheus; FERREIRA DOS SANTOS, Isadora; CANUTO SILVA, Fernanda Rafaela; PALHARES TEIXEIRA, Camila. UNIDADES DE CONSERVAÇÃO E COMUNIDADES LOCAIS: GESTÃO DE CONFLITOS E INSTRUMENTOS DE PARTICIPAÇÃO. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 24, n. 3, 2017. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1397. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/1397. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos