INDISCIPLINA E VIOLÊNCIA ESCOLAR: UMA ANÁLISE DAS ESCOLAS PÚBLICAS DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Maicker Leite Bartz Universidade Federal do Rio Grande
  • Ewerton da Silva Quartieri Universidade Federal do Rio Grande
  • Tiarajú Alves de Freitas Universidade Federal do Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1438

Palavras-chave:

indicadores sociais, violência escolar, indisciplina, Rio Grande do Sul.

Resumo

No Brasil ainda são poucos os trabalhos empíricos que tratam de indisciplina e violência escolar, o que dificulta a identificação de padrões por parte de gestores e tomadores de políticas públicas na hora de controlar tais ocorrências nas escolas. Visando ajudar a preencher essa lacuna, o presente artigo utilizará uma base de dados bem recente e ainda pouco utilizada, onde estão presentes informações de diversas ocorrências nas escolas estaduais do Rio Grande do Sul. A partir dessas informações, foram criados indicadores que pretendem classificar as escolas maior incidência desses atos no Estado. Dos diversos dados presentes, optou-se por trabalhar com indicadores de agressão entre alunos, agressão a professores, bullying e indisciplina escolar. Os resultados apontaram que a maioria das escolas presentes nos rankings de escolas com maior incidência de violência e indisciplina, estão presentes na Região Metropolitana de Porto Alegre. Isso pode estar, de certa forma, relacionado aos maiores índices de violência urbana que os municípios apresentam, influenciando o comportamento dos alunos nas escolas. No entanto, muitas escolas apresentaram zero casos, demonstrando que, mesmo que muitas escolas desses municípios mais violentos sofram influência da violência urbana, outras conseguem minimizar a situação de violência, talvez por fatores propriamente internos da escola, como a infraestrutura, a gestão, a qualidade dos professores, dentre outros.

Biografia do Autor

Maicker Leite Bartz, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande (2015). Atualmente é mestrando em Economia Aplicada pela Universidade Federal do Rio Grande. Tem experiência nas áreas de mercado de trabalho e economia do crime.

Ewerton da Silva Quartieri, Universidade Federal do Rio Grande

Possui ensino-medio-segundo-graupela ENCCEJA(2008). Tem experiência na área de Economia.

Tiarajú Alves de Freitas, Universidade Federal do Rio Grande

Possui doutorado em Economia Aplicada pelo PPGE da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). É professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Economia do Mar - FURG. Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande (1999) e mestrado em Economia pela Universidade Federal do Ceará (2001). Atualmente é professor adjunto três da Universidade Federal do Rio Grande. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Microeconomia e Teoria dos Jogos, atuando principalmente nos seguintes temas: assimetria de informação, defesa da concorrência, dispersão de preços, economia da regulação e indicadores econômicos. É coordenador do Centro Integrado de Pesquisas da FURG e coordenador do curso de Ciências Econômicas da FURG.

Downloads

Publicado

28-12-2017

Como Citar

BARTZ, Maicker Leite; QUARTIERI, Ewerton da Silva; FREITAS, Tiarajú Alves de. INDISCIPLINA E VIOLÊNCIA ESCOLAR: UMA ANÁLISE DAS ESCOLAS PÚBLICAS DO RIO GRANDE DO SUL. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 24, n. 3, 2017. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v24i3a2017.1438. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/1438. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos