DETERMINANTES E CONDICIONANTES DA DECISÃO DE COOPERAR AO NÍVEL LOCAL: UM ESTUDO DE CASO NA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA REGIÃO DE COIMBRA

Autores

  • Pedro Miguel Alves Ribeiro Correia Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) - Universidade de Lisboa (ULisboa) Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) - ISCSP-ULisboa http://orcid.org/0000-0002-3111-9843
  • Ireneu de Oliveira Mendes Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) - Universidade de Lisboa (ULisboa) Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra
  • Vanessa Medeiros Ribeiro Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v26i3a2019.2102

Palavras-chave:

Cooperação Intergovernamental, Cooperação Municipal, Determinantes da Cooperação, Fatores Condicionantes da Cooperação

Resumo

O presente estudo visa explorar os determinantes e condicionantes que norteiam as cooperações intermunicipais e a diversidade de agentes e fatores que envolvem essa relação de cooperação ao nível local na Comunidade Intermunicipal da região de Coimbra (CIM), Portugal. Objetivando conhecer o nível de cooperação entre os entes de esfera municipal a nível local na Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, foi elaborado um modelo inicial de pesquisa baseado no referencial teórico abordado, e aplicou-se um questionário a todos os municípios integrantes da CIM, para aferir qual a percepção dos trabalhadores dos diferentes municípios da região sobre a importância dos processos de cooperação e sobre os fatores potenciadores dessa cooperação local. Os dados recolhidos foram analisados com recurso a um modelo de equações estruturais. Como conclusão, é possível afirmar que as percepções dos respondentes acerca das dimensões “Motivação interna para cooperar” e “Rede de relações entre agentes públicos” têm impacto direto e positivo nas suas percepções relativamente à Eficiência na alocação e Gestão dos recursos.

Biografia do Autor

Pedro Miguel Alves Ribeiro Correia, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) - Universidade de Lisboa (ULisboa) Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP) - ISCSP-ULisboa

Doutoramento em Ciências Sociais (Especialidade em Administração Pública), Universidade Técnica de Lisboa (UTL) Licenciatura em Estatística de Gestão de Informação, Universidade Nova de Lisboa (NOVA) Professor no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), Universidade de Lisboa (ULisboa) Vice-Presidente e Investigador Integrado do Centro de Administração e Políticas Públicas (CAPP), ISCSP-ULisboa Investigador Colaborador do Centro Interdisciplinar de Estudos de Género (CIEG), ISCSP-ULisboa Colaborador Estrangeiro do Grupo de Pesquisa em Administração da Justiça, Universidade de Brasília Coordenador do Observatório Nacional de Administração Pública (ONAP), ISCSP-ULisboa Consultor para a Área de Planeamento e Política Legislativa da Direção-Geral da Política de Justiça (DGPJ) do Ministério da Justiça de Portugal

Ireneu de Oliveira Mendes, Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) - Universidade de Lisboa (ULisboa) Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

Professor Auxiliar convidado do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) da Universidade de Lisboa (ULisboa) Assistente convidado da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra Doutorando em Administração Pública no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa

Vanessa Medeiros Ribeiro, Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

Mestre em Administração Público Privada pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra

Downloads

Publicado

30-09-2019

Como Citar

CORREIA, Pedro Miguel Alves Ribeiro; MENDES, Ireneu de Oliveira; RIBEIRO, Vanessa Medeiros. DETERMINANTES E CONDICIONANTES DA DECISÃO DE COOPERAR AO NÍVEL LOCAL: UM ESTUDO DE CASO NA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA REGIÃO DE COIMBRA. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 26, n. 3, 2019. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v26i3a2019.2102. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2102. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos