APROXIMAÇÕES TEÓRICAS SOBRE AGROECOLOGIA NAS PESQUISAS RELACIONADAS AS CIÊNCIAS HUMANAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v26i4a2019.2176

Palavras-chave:

produção orgânica, metodologia participativa, percepções, políticas públicas.

Resumo

O presente artigo tem por escopo apresentar os resultados de um estudo bibliométrico acerca das publicações sobre agroecologia na área de ciências humanas, que tem como objetivo subsidiar a pesquisa desenvolvida na UNIVATES sobre os sentidos atribuídos a Política Nacional de Agroecologia (Decreto Nº 7.794 de 2012), por um Grupo de Agricultores Ecologistas do município de Arroio do Meio, RS, Brasil. Trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa que utilizou a bibliometria e a análise textual como principais ferramentas metodológicas. A análise bibliométrica contemplou artigos publicados nas bases de dados Scielo e CAPES referentes ao período de 2002 a 2016. Os resultados demonstram uma visão uniforme acerca do tema quando do tratamento pelos diversos autores, um aumento expressivo das produções relacionadas à área a partir de 2010 e o forte vínculo das publicações a pesquisas desenvolvidas em universidades públicas.

Biografia do Autor

Luciana Turatti, UNIVATES

Professora do Curso de Direito e também dos Programas de Pós Graduação em Ambiente e Desenvolvimento - PPGAD e em Sistemas Ambientais Sustentáveis - PPGSAS.

Vanessa Vilante, Universidade do Vale do Taquari – UNIVATES

Acadêmica do Curso de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda da Universidade do Vale do Taquari – UNIVATES. Bolsista de iniciação científica do Projeto Política Nacional de Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica: a construção de sentidos acerca das diretrizes nacionais por grupos de agricultores ecologistas, RS, Brasil.

Downloads

Publicado

20-12-2019

Como Citar

TURATTI, Luciana; VILANTE, Vanessa. APROXIMAÇÕES TEÓRICAS SOBRE AGROECOLOGIA NAS PESQUISAS RELACIONADAS AS CIÊNCIAS HUMANAS. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 26, n. 4, 2019. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v26i4a2019.2176. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2176. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos