ANÁLISE DA TRANSMISSÃO DE PREÇO NA COMERCIALIZAÇÃO DE ALIMENTOS EM SÃO PAULO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i4a2020.2517

Palavras-chave:

Transmissão de Preço, Assimetria, Cesta Básica

Resumo

O objetivo do trabalho é analisar a transmissão de preços em produtos da cesta básica entre os níveis de comercialização atacado e varejo na cidade de São Paulo. Por meio da análise de transmissão de preços entre estes dois elos da cadeia de distribuição de alimentos, será possível observar se há distorções no repasse de preços, que possa prejudicar o bem-estar do consumidor, visto que há evidências de concentração no mercado varejista. Utilizam-se modelos econométricos a fim de obter a elasticidade de transmissão de preços e testar a simetria no repasse de preços de longo prazo. Os resultados indicam que, para a minoria dos produtos analisados, há assimetria na transmissão de preços entre atacado e varejo. Com isso há indícios de que variações no preço real são repassadas ao consumidor final e que apenas para manteiga, carne e batata esses repasses são assimétricos, elevando o preço real cobrado no varejo.

Biografia do Autor

Marina Laurindo Costa, UFSCar

Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de São Carlos.

Adelson Martins Figueiredo, UFSCar

Doutor em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa; Professor da Universidade Federal de São Carlos.

Mariusa Momenti Pitelli, UFSCar

Doutora em Economia Aplicada pela Universidade de São Paulo; Professora da Universidade Federal de São Carlos.

Flavia Mayumi Fugita Nakano, UFSCar

Mestranda em Economia pela Universidade Federal de São Carlos.

Downloads

Publicado

30-12-2020

Como Citar

COSTA, Marina Laurindo; FIGUEIREDO, Adelson Martins; PITELLI, Mariusa Momenti; NAKANO, Flavia Mayumi Fugita. ANÁLISE DA TRANSMISSÃO DE PREÇO NA COMERCIALIZAÇÃO DE ALIMENTOS EM SÃO PAULO. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 27, n. 4, 2020. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v27i4a2020.2517. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2517. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos