LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER: OS DESAFIOS DAS MULHERES NO MERCADO DE TRABALHO DOS AGRONEGÓCIOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i3a2020.2531

Palavras-chave:

agropecuária, organizações, participação feminina, profissionais, trabalhadoras

Resumo

A pesquisa objetiva analisar e compreender a atuação das mulheres que ocupam cargos no âmbito comercial em organizações dos agronegócios, bem como, investigar a relação das mulheres com os desafios enfrentados no mercado de trabalho na região de Unaí, Minas Gerais. Para tanto, foi realizado um roteiro semiestruturado de cunho qualitativo para o levantamento das informações. No estudo de caso, foram entrevistadas dez mulheres que atuam em organizações relacionadas aos agronegócios. Os resultados da pesquisa apontam que as mulheres entrevistadas são, majoritariamente solteiras, jovens, provenientes de famílias de baixa renda e relativamente novas em seus cargos, possuindo um padrão salarial razoável e determinado pelo tempo de trabalho na empresa. Porém, possuíram dificuldades para ingresso no mercado de trabalho no campo dos agronegócios. Demonstrou que as mulheres entrevistadas procuram independência pessoal, através de muita dedicação, trabalho e foco em seus projetos de vida. Foi possível verificar que a dominação masculina permeia suas vidas de forma constante, desde o seio familiar, na graduação, nos ambientes de trabalho e até mesmo em relacionamentos pessoais. Com as informações da pesquisa foi possível definir três tipologias em relação as mulheres profissionais entrevistadas: a) profissionais de cargos iniciais em empresas dos agronegócios; b) profissionais de cargos intermediários em empresas dos agronegócios; c) profissionais consolidadas em empresas dos agronegócios. A pesquisa demonstrou que as mulheres almejam o protagonismo e empoderamento de outras mulheres, não somente no setor de trabalho dos agronegócios, mas em todos os outros postos de trabalho. Portanto, é necessário promover políticas públicas e ações informativas, com a cooperação do setor privado no intuito de demonstrar cada vez mais a visibilidade feminina no mundo do mercado de trabalho dos agronegócios.

Biografia do Autor

Brenda Ribeiro da Silva, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Unaí, Minas Gerais

Engenheira Agrônoma pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Unaí, Minas Gerais.

Ezequiel Redin, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Unaí, Minas Gerais

Curso Superior de Tecnologia em Agropecuária: Sistemas de Produção (UERGS) - CREA RS 160488; Bacharelado em Administração (ULBRA); Licenciatura plena para a Educação Profissional (UFSM); Licenciatura em Filosofia (UFSM); Pós-graduação em Gestão Pública Municipal (UFSM); Pós-graduação em Tecnologias de Informação e Comunicação aplicadas à Educação (UFSM); Pós-graduação em Ensino de Sociologia no Ensino Médio (UFSM); Pós-graduação em Ensino de Filosofia no Ensino Médio (UFSM); Mestrado e Doutorado em Extensão Rural (PPGExR/UFSM); Editor da Revista Extensão Rural. Professor do Instituto de Ciências Agrárias (ICA) da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Campus Unaí, MG e Professor Permanente e Vice Coordenador do Programa de Pós-graduação em Estudos Rurais (PPGER) da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Campus Diamantina, MG.

Downloads

Publicado

29-09-2020

Como Citar

SILVA, Brenda Ribeiro da; REDIN, Ezequiel. LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER: OS DESAFIOS DAS MULHERES NO MERCADO DE TRABALHO DOS AGRONEGÓCIOS. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 27, n. 3, 2020. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v27i3a2020.2531. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2531. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos