CONCENTRAÇÃO DOS EMPREGOS SETORIAIS NAS MICRORREGIÕES BRASILEIRAS: UMA ANÁLISE ENTRE GÊNEROS PARA OS ANOS DE 2002 A 2018, COM ÊNFASE NO MERCADO DE TRABALHO FEMININO

Autores

  • Luzia Aparecida Antunes Universidade Estadual de Ponta Grossa.

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i3a2020.2559

Palavras-chave:

Serviços, feminino, masculino, diferenças

Resumo

A participação das mulheres no mercado de trabalho vem crescendo ao longo dos anos, cada vez mais as mulheres dominam um espaço que antes não era visto, porém as desigualdades ainda são muitas, e predominam em todos os setores. Diante disso, a pesquisa busca verificar como se distribuem os empregos formais por gêneros entre os setores produtivos do país e dado aquele que detém o melhor desempenho verificar como se desenvolve a alocação do mesmo entre os anos de 2002 e 2018, utilizando para isso o quociente locacional, o coeficiente de localização, o coeficiente de redistribuição setorial e o método de shift-share. Verifica-se que as regiões que mais possuem mulheres em empregos formais é a região sudeste e sul e o setor de serviços é o setor que mais emprega pessoas do sexo feminino de maneira formal, prevalecendo no setor uma desvantagem competitiva não especializada.

Biografia do Autor

Luzia Aparecida Antunes, Universidade Estadual de Ponta Grossa.

mestranda do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Downloads

Publicado

29-09-2020

Como Citar

ANTUNES, Luzia Aparecida. CONCENTRAÇÃO DOS EMPREGOS SETORIAIS NAS MICRORREGIÕES BRASILEIRAS: UMA ANÁLISE ENTRE GÊNEROS PARA OS ANOS DE 2002 A 2018, COM ÊNFASE NO MERCADO DE TRABALHO FEMININO. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 27, n. 3, 2020. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v27i3a2020.2559. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2559. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos