ECONOMIA E RELIGIOSIDADE: UMA REVISÃO DO ESTADO DA ARTE (2000 – 2019)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i4a2020.2587

Palavras-chave:

Religiosidade, Crescimento Econômico, Desenvolvimento Econômico, Eficiência Econômica, Estado da Arte.

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar o estado da arte da pesquisa sobre religiosidade e economia, revisando e analisando os artigos mais citados publicados entre 2000 e 2019. Para tanto, utilizou-se no artigo, os métodos da pesquisa bibliométrica e bibliográfica. Os resultados mostram que o interesse pela capacidade da religião impactar o crescimento econômico e o desenvolvimento econômico continua elevado. Há sempre muito cuidado nas interpretações de resultados empíricos, na qual raramente algum autor vai além do conceito de associação ou correlação em suas considerações. O debate sobre a validade da tese weberiana não ficou de fora da pesquisa de alto impacto. Parece se confirmar a capacidade da ética protestante em influenciar tanto o crescimento econômico, quanto atitudes que favorecem a produtividade, como a educação, por exemplo. Além disso, a pesquisa recente sobre religiosidade apresenta forte caráter microanalítica e baixa solidez teórica, quase não havendo esforços na construção de modelos teóricos.

Biografia do Autor

Max Nunes Murtinho, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em Administração pela Universidade Nove de Julho (2015-2019), Mestre em Agronegócio e Desenvolvimento Regional pela Faculdade de Economia da Universidade Federal de Mato Grosso (2009), Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Mato Grosso (2006). É professor na Faculdade de Economia da Universidade Federal de Mato Grosso desde 2013 em regime de Dedicação Exclusiva. Leciona atualmente as disciplinas Evolução do Pensamento Econômico e História Econômica Geral. Atualmente pesquisa sobre a relação entre Economia e Religiosidade.

Downloads

Publicado

30-12-2020

Como Citar

MURTINHO, Max Nunes. ECONOMIA E RELIGIOSIDADE: UMA REVISÃO DO ESTADO DA ARTE (2000 – 2019). Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 27, n. 4, 2020. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v27i4a2020.2587. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2587. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos