ECOEMPREENDEDORES: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE MADEIRA PLÁSTICA DO SUL DO BRASIL

Autores

  • Eduardo Herzer UNIVERSIDADE FEEVALE http://orcid.org/0000-0003-1564-1444
  • Helena Buzanelo UNIVERSIDADE FEEVALE
  • Mara Cristina Borges UNIVERSIDADE FEEVALE
  • Vanusca Dalosto Jahno UNIVERSIDADE FEEVALE

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i4a2020.2618

Palavras-chave:

Plásticos. Resíduos sólidos. Negócios Ambientais. Valorização do Resíduo

Resumo

Para muitos a geração de resíduos sólidos é vista como uma adversidade, já para ecoempreededores essa questão é encarada como oportunidade de negócio. Com a promulgação da Lei n° 12.305 de 2 de agosto de 2010, a qual instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, diversas concepções surgiram e se encontram em mudanças contínuas de aperfeiçoamento, uma vez que a lei tem como conceitos a não geração, redução, reutilização e reciclagem dos resíduos antes de uma disposição final adequada, ou seja, o mesmo de reintegrar o ciclo produtivo antes de ser descartado em aterro sanitário. Porém, existem dificuldades ainda neste ciclo, pois faltam projetos e produtos que consigam alcançar a eficiência ambiental e financeira. Uma possibilidade que se mostra promissora é a madeira plástica, na qual pode substituir a madeira natural e demonstra ser econômica e ambientalmente viável. O objetivo desde estudo foi realizar um diagnóstico de como uma indústria de madeira plástica do Vale do Sinos desenvolve suas atividades e, a partir de uma análise técnica, sugerir melhorias nos pontos mais sensíveis encontrados. Em muitos casos, os ecoemprendedores possuem dificuldades em gerenciar o seu negócio deste nicho de mercado. A metodologia foi um estudo de caso dividido em uma pesquisa bibliográfica dos conceitos e uma pesquisa de campo na empresa Alpha localizada no Vale do Sinos. Os resultados apontaram que a empresa requer melhorias a serem desenvolvidas nas áreas do marketing, do controle de qualidade e do acondicionamento de materiais. Os resultados demonstraram que os empreendedores estão alinhados ao conceito de empreendedorismo e empreendedorismo verde, desenvolver melhorias no seu planejamento, marketing, controle de qualidade e armazenamento em busca da perpetuidade do empreendimento.

Biografia do Autor

Eduardo Herzer, UNIVERSIDADE FEEVALE

PPG QUALIDADE AMBIENTAL

Helena Buzanelo, UNIVERSIDADE FEEVALE

PPG QUALIDADE AMBIENTAL

Mara Cristina Borges, UNIVERSIDADE FEEVALE

PPG QUALIDADE AMBIENTAL

Vanusca Dalosto Jahno, UNIVERSIDADE FEEVALE

PPG QUALIDADE AMBIENTAL COORDENADORA DOS CURSOS DE ENGENHARIA QUÍMICA E AMBIENTAL

Downloads

Publicado

30-12-2020

Como Citar

HERZER, Eduardo; BUZANELO, Helena; BORGES, Mara Cristina; DALOSTO JAHNO, Vanusca. ECOEMPREENDEDORES: ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA DE MADEIRA PLÁSTICA DO SUL DO BRASIL. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 27, n. 4, 2020. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v27i4a2020.2618. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2618. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos