GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DOS SERVIÇOS DE SAÚDE EM UM HOSPITAL NO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Rita Belo de Carvalho Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)
  • Valdeni Leandro Pinto dos Santos Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)
  • Patricia Inês Schwantz Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Erli Schneider Costa Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)
  • Marta Martins Barbosa Prestes Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)
  • Daniela Mueller de Lara Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v28i2a2021.2705

Palavras-chave:

Resíduos de serviços de saúde, hospitalar, resíduos sólidos.

Resumo

O gerenciamento ineficiente dos resíduos sólidos pode gerar problemas à saúde pública e à preservação dos recursos naturais. Nesse sentido, o descarte irregular dos Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) é preocupante por ser fator agravante em relação a esses problemas devido ao tipo de resíduo gerado. Além disso, sabe-se que é indispensável estabelecer diretrizes claras e objetivas para o correto gerenciamento para este tipo de resíduo. Esse estudo teve como objetivo classificar os RSS gerados em um estabelecimento hospitalar e propor melhorias visando atender a legislação, a proteção dos colaboradores, a preservação da saúde e dos recursos naturais. A metodologia adotada foi a pesquisa-ação. Os procedimentos foram divididos em três etapas. Inicialmente realizou-se a avaliação da situação de gerenciamento dos RSS no ambiente hospitalar. Posteriormente, foi realizado um levantamento quali-quantitativo dos RSS, e por fim, foi realizado a apresentação das sugestões de melhorias ao hospital com base nos resultados obtidos. Porém, para que seja alcançado o gerenciamento eficaz desses resíduos, torna-se fundamental a organização e sistematização das fontes geradoras, e, principalmente, o despertar de uma consciência humana e coletiva dos profissionais que atuam no ambiente hospitalar.

Biografia do Autor

Rita Belo de Carvalho, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Bacharel em Gestão Ambiental pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Valdeni Leandro Pinto dos Santos, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Bacharel em Gestão Ambiental pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Patricia Inês Schwantz, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Mestranda em Administração Pública pela UFSM e Engenheira de Bioprocessos e Biotecnologia pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS).

Erli Schneider Costa, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Doutora em Ecologia. Professora permanente. Mestrado Profissional em Ambiente e Sustentabilidade. Unidade Hortênsias. UERGS.

Marta Martins Barbosa Prestes, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Doutora em Fitotecnia, Professora Adjunta na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) em Alto da Serra Botucaraí Soledade.

Daniela Mueller de Lara, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Doutora em Ambiente e Desenvolvimento; Professora Adjunta de Engenharia Ambiental, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) em Alto da Serra Botucaraí Soledade.

Downloads

Publicado

12-07-2021

Como Citar

CARVALHO, Rita Belo de; SANTOS, Valdeni Leandro Pinto dos; SCHWANTZ, Patricia Inês; COSTA, Erli Schneider; PRESTES, Marta Martins Barbosa; LARA, Daniela Mueller de. GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DOS SERVIÇOS DE SAÚDE EM UM HOSPITAL NO RIO GRANDE DO SUL. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 28, n. 2, 2021. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v28i2a2021.2705. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2705. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos