CRISE ECONÔMICA E REBATIMENTOS NOS POLOS SUB‑REGIONAIS: UMA REFLEXÃO SOBRE O CASO DE UIRAÚNA/PB

Autores

  • Marcos Micael Araujo Vieira Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Emanuely Dos Santos Marques Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)
  • Boanerges De Freitas Barreto Filho UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v29i2a2022.2975

Palavras-chave:

Crise econômica. Indicadores fisco-econômicos. Polos sub-regionais. Uiraúna/PB.

Resumo

O objetivo deste trabalho consiste em analisar as repercussões da crise sobre a economia de Uiraúna/PB, considerando-se os prováveis rebatimentos nos setores público e privado para o período de 2015 a 2019. Foram realizadas pesquisas bibliográfica e documental, além de uma pesquisa de campo, com observação direta e aplicação de questionário. A abordagem utilizada é quali-quantitativa, a partir de um estudo descritivo. Verificou-se que a economia local não foi demasiadamente impactada pela crise econômica, observando-se tendências de crescimento e/ou de manutenção das variáveis pesquisadas: transferências para o ente municipal, repasses diretos de renda para os cidadãos, PIB municipal, número de empresas atuantes e massa salarial. Em relação as percepções e expectativas dos agentes privados pesquisados, apurou-se que a maioria considerou a ocorrência de redução da clientela e/ou do tíquete médio de compras; 85,72% dos pesquisados mantiveram o número de colaboradores ao longo do período de 2015 a 2019; 39,28% dos pesquisados não adotaram medidas para enfrentamento das dificuldades decorrentes da crise econômica; 50% dos pesquisados não tinham nenhum tipo de expectativa em relação ao futuro econômico de Uiraúna/PB, entretanto 82,14% afirmaram que pretendiam investir em 2020; sobre a atuação do Poder Público municipal, os agentes econômicos pesquisados manifestaram algum tipo de descontentamento e sugeriram ações para potenciar a atração dos consumidores dos municípios circunvizinhos, bem como para aumentar o poder de retenção dos consumidores locais. Conclui-se que a condição de polo sub-regional que Uiraúna/PB desempenha na RGI de Sousa contribuiu para atenuação dos efeitos da crise econômica que se delineou a partir de meados de 2014.

Biografia do Autor

Marcos Micael Araujo Vieira, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Bacharel em Ciências Econômicas. Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). E-mail: marcosvieira@alu.uern.br

Emanuely Dos Santos Marques, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Agente Local de Inovação (ALI) do Programa ALI SEBRAE/RN CNPq, 20/2021. Mestranda em Planejamento e Desenvolvimento Territorial no Semiárido (UERN). E-mail: emanuelymarques.alirn@gmail.com

Boanerges De Freitas Barreto Filho, UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN

Professor do departamento de Economia, Campus avançado de Pau dos Ferros/RN, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Brasil. ORCID ID: https://orcid.org/0000-0003-1777-3520. E-mail: boanergesfilho@uern.br

Downloads

Publicado

30-06-2022

Como Citar

VIEIRA, Marcos Micael Araujo; MARQUES, Emanuely Dos Santos; BARRETO FILHO, Boanerges De Freitas. CRISE ECONÔMICA E REBATIMENTOS NOS POLOS SUB‑REGIONAIS: UMA REFLEXÃO SOBRE O CASO DE UIRAÚNA/PB. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 29, n. 2, 2022. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v29i2a2022.2975. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/2975. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos