ANÁLISE DA PRODUTIVIDADE DO TRABALHO PERNAMBUCANO PELO MÉTODO SHIFT-SHARE

Autores

  • Angelo Antonio Paula da Cunha Universidade Federal de Pernambuco
  • Lucilena Ferraz Castanheira Corrêa Universidade Federal de Pernambuco
  • Wellington Ribeiro Justos
  • Danilo Nunes Balduino Guedes Universidade Federal de Pernambuco
  • Denis Fernandez Alves

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v29i2a2022.3107

Palavras-chave:

Shift-share, Produtividade do Trabalho, Diferencial-Estrutural

Resumo

Este trabalho tem por objetivo obter evidências empíricas sobre a variação da produtividade do trabalho em cinco grandes setores da economia pernambucana durante os anos de 2010-2018, decompondo-a setorialmente com a técnica shift-share. O estudo traz trabalhos que utilizaram o método para analisar o Brasil após a abertura comercial nos anos 90 e outros que abordam outras regiões. A decomposição mostra que, mesmo com aumento da produtividade ao longo do período, as mudanças estruturais no emprego analisadas ano a ano, ocorreram mais no sentido de reduzir a produtividade do trabalho com deslocamentos da mão de obra de setores menos produtivos e com maior crescimento da produtividade para setores mais produtivos e com menor crescimento da produtividade.

Biografia do Autor

Angelo Antonio Paula da Cunha, Universidade Federal de Pernambuco

Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – Centro Acadêmico de Pernambuco (CAA) - (2016) Mestrado em Economia pela UFPE/CAA - (2019) e Doutorando em Economia pela UFPE

Downloads

Publicado

30-06-2022

Como Citar

CUNHA, Angelo Antonio Paula da; CORRÊA, Lucilena Ferraz Castanheira; JUSTOS, Wellington Ribeiro; GUEDES, Danilo Nunes Balduino; ALVES, Denis Fernandez. ANÁLISE DA PRODUTIVIDADE DO TRABALHO PERNAMBUCANO PELO MÉTODO SHIFT-SHARE. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 29, n. 2, 2022. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v29i2a2022.3107. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/3107. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos