MOBILIDADE PENDULAR NO PARÁ: CARACTERÍSTICAS E DETERMINANTES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v29i3a2022.3108

Palavras-chave:

Pendularidade. Mobilidade. Pará

Resumo

O movimento pendular no Brasil cresceu nas últimas décadas, um dos motivos do crescimento seria o desenvolvimento do sistema de transportes, permitindo que os cidadãos se desloquem entre cidades, estados e países. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é investigar os determinantes da mobilidade pendular no estado do Pará. Para se alcançar este objetivo, a metodologia é o modelo econométrico Logit com utilização dos microdados do Censo Demográfico 2010, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os principais resultados da pesquisa revelam que o indivíduo com maior chance de ser migrante pendular é homem, branco, da população economicamente ativa, com renda mensal domiciliar alta e com 1 ano a mais de idade.

Biografia do Autor

Rafaela Regina Santos Castro

Doutora em Economia Aplicada pela UFV. Professora Adjunta da UNIFESSPA.

Juliana de Sales Silva, Universidade Federal Do Sul e Sudeste do Pará

Graduanda em Ciências Econômicas pela UNIFESSPA

Downloads

Publicado

07-10-2022

Como Citar

CASTRO, Rafaela Regina Santos; SILVA, Juliana de Sales. MOBILIDADE PENDULAR NO PARÁ: CARACTERÍSTICAS E DETERMINANTES. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 29, n. 3, 2022. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v29i3a2022.3108. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/3108. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos