COMPORTAMENTO DO SETOR DE BENS DE CAPITAL: EVIDÊNCIAS A PARTIR DE MODELOS AUTOREGRESSIVOS NO PERÍODO DE 2002 A 2020

Autores

  • Ricardo Pires Gilli Graduado, Universidade Federal de Santa Catarina
  • Helberte João França Almeida Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC
  • Rafael Jasper Feltrin Mestre, Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v29i4a2022.3217

Palavras-chave:

Política monetária, Bens de capital, SELIC, Câmbio.

Resumo

O setor de bens de capital é de fundamental importância na economia, uma vez que ele representa a incorporação do investimento produtivo, bem como gera conhecimentos e externalidades positivas para toda a economia. Diante disto, o presente estudo busca avaliar os canais de transmissão da política monetária, juros e câmbio, no setor de bens de capital. Para tanto, três modelos são estimados por VAR em diferentes períodos. Os resultados obtidos para o período de 2002 a 2020 mostram que a Selic e o câmbio influenciam na produção de bens de capital, de forma positiva e negativa, respectivamente. Por sua vez, no período de 2002 a 2010, a Selic e o câmbio apresentam uma relação negativa com o setor de bens de capital. Por fim, no período de 2011 a 2020, a Selic deixa de ser significativa e o câmbio se torna ainda mais relevante. Portanto, os resultados encontrados sinalizam que a política monetária e seus desdobramentos desempenham um papel importante na determinação da produção de bens de capital, com o câmbio assumindo maior relevância.

Biografia do Autor

Ricardo Pires Gilli, Graduado, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduado em ciências econômicas.

Helberte João França Almeida, Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC

Professor do Programa de Pós Graduação em Economia (PPGECO), Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC

Rafael Jasper Feltrin, Mestre, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre, Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

21-12-2022

Como Citar

GILLI, Ricardo Pires; ALMEIDA, Helberte João França; FELTRIN, Rafael Jasper. COMPORTAMENTO DO SETOR DE BENS DE CAPITAL: EVIDÊNCIAS A PARTIR DE MODELOS AUTOREGRESSIVOS NO PERÍODO DE 2002 A 2020. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 29, n. 4, 2022. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v29i4a2022.3217. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/3217. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos