RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE: UM ESTUDO DA PRÁTICA NA ÁREA DE ESTÉTICA E COSMÉTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v30i3a2023.3406

Palavras-chave:

Resíduos de Serviços de Saúde. Clínicas Estéticas. Saúde Coletiva. Serviços. Gestão de Resíduos.

Resumo

Os setores de beleza e serviços estéticos estão entre os de maior desenvolvimento e expansão nos últimos anos e, este crescimento significativo, traz como consequência o aumento no volume dos resíduos e o descarte inadequado. Diante disso, este estudo visou analisar a percepção dos prestadores de serviços estéticos do município de Lajeado (Rio Grande do Sul) e dos acadêmicos de um curso superior de Estética e Cosmética quanto ao descarte e as formas de segregação dos Resíduos de Serviços de Saúde. O método abrange uma pesquisa qualitativa, com a combinação da análise documental e pesquisa exploratória descritiva. A partir dos resultados obtidos, constatou-se que os resíduos são recolhidos, na maior parte dos estabelecimentos, pela prefeitura municipal e que os proprietários ou responsáveis não sabem o destino final dos mesmos. Em contrapartida, os acadêmicos recebem as informações necessárias no que compete a legislação vigente, muito embora a falta de conhecimento e informação representem os maiores dificultadores no processo de correto manejo e gestão dos resíduos sólidos. Portanto, torna-se essencial a realização de campanhas informativas e incentivar a capacitação dos profissionais da área para que agreguem valor aos serviços, tornando-os mais seguros e de maior qualidade.

Biografia do Autor

Mônica Manica Fraporti, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Especialista em Gestão e Sustentabilidade Ambiental pela UERGS - Soledade/RS; Graduação em Estética e Cosmética pela UNIVATES.

Patricia Inês Schwantz, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Doutoranda em Administração e Mestra em Administração Pública pela UFSM; Especialista em Estatística e Modelagem Quantitativa pela UFSM e em Gestão Empresarial pela UNISC.

Robson Evaldo Gehlen Bohrer, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Doutor em Engenharia Civil - Recursos Hídricos e Saneamento Básico pela UFSM; Professor nos Cursos de Agronomia e de Gestão Ambiental da UERGS, unidade em Três Passos/RS.

Daniela Mueller de Lara, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Doutora em Ambiente e Desenvolvimento; Professor permanente no Mestrado em Ambiente e Sustentabilidade (PPGAS) na UERGS em Soledade/RS.

Downloads

Publicado

03-10-2023

Como Citar

FRAPORTI, Mônica Manica; SCHWANTZ, Patricia Inês; BOHRER, Robson Evaldo Gehlen; LARA, Daniela Mueller de. RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE: UM ESTUDO DA PRÁTICA NA ÁREA DE ESTÉTICA E COSMÉTICA. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 30, n. 3, 2023. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v30i3a2023.3406. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/3406. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos