DINÂMICA TERRITORIAL DO DISTRITO DE LUZIMANGUES E O FENÔMENO DA MIGRAÇÃO PENDULAR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v30i4a2023.3413

Palavras-chave:

Urbanização de Luzimangues. Dinâmica territorial. Movimento pendular. Direito à cidade.

Resumo

Apresenta-se, neste artigo, parte da análise realizada acerca da dinâmica territorial de Luzimangues, distrito de Porto Nacional (TO) a partir do fenômeno de migração pendular em direção à capital Palmas (TO). O objetivo do estudo, realizado durante o mestrado, foi compreender como o processo de urbanização periférica do distrito reflete no exercício do direito à cidade considerando as variáveis de migração pendular e a participação social dos seus moradores na cobrança por investimentos públicos que melhorem a qualidade de vida local. A metodologia compreendeu o estudo de caso partindo de um levantamento bibliográfico e documental, levando-se em conta o método exploratório-descritivo com abordagem quantitativa e qualitativa. Neste sentido, foram coletados dados em duas etapas: a primeira por meio de questionário direcionado aos moradores e, em seguida, entrevistas com gestores e lideranças políticas e sociais. Concluiu-se, com a pesquisa, que as transformações ocorridas no espaço urbano e sua dinâmica territorial têm como referência a cidade vizinha, Palmas (TO), constatando-se o fenômeno da migração pendular identificado a partir da observação da diferenciação de como o espaço é concebido, percebido e vivido pelos seus diversos agentes sociais. Verificou-se também que a participação social no local ainda é tímida, mas já é perceptível nas movimentações de formação de lideranças, vista, na linha institucional, como forma de reunir esforços para eleger representantes políticos que objetivem fortalecer a luta por infraestrutura e por investimentos neste local.

Biografia do Autor

Mirlene Alves da Silva, Universidade Federal do Tocantins

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Tocantins (UFT) na linha de pesquisa Sociedade, Políticas Públicas e Desenvolvimento Regional, graduada em Administração pela Fundação Universidade Federal do Tocantins (2009). Pós Graduação em Contabilidade, Controladoria e Finanças pelo ITOP (2012). Servidora pública federal pertencente ao quadro de servidores técnicos administrativos em educação no Instituto Federal de Ciências e Tecnologias do Tocantins - IFTO no cargo Administrador. Áreas de atuação na administração publica: Planejamento e Orçamento, Financeiro e Gestão de Pessoas.

João Aparecido Bazzoli, Universidade Federal do Tocantins

Professor associado na Universidade Federal do Tocantins (UFT). Atua no Curso de Direito. Atualmente é docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR/UFT). Mestre pela Universidade Federal do Tocantins (UFT). Doutor pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e obteve Pós-doutoramento pela Universidade de Lisboa. Líder do grupo interdisciplinar (CNPq): Cidade e Meio Ambiente. Pesquisador com atuação na linhas (i) regularização fundiária urbana e a segregação socioespacial; (ii) planejamento urbano e regional; (iii) plano diretor, (iv) participação social e (v) agenda 2030. Coordenador do (GT-Cidades) no Instituto de Pesquisa, Diretos e Movimentos Sociais (IPDMS). Membro do Núcleo de Estudos Urbanos e das Cidades (Neucidades/UFT). Conselheiro no Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU). Coordenador do Laboratório de Cidades (UFT). Atuou pela (UN-HABITAT) no Projeto Global Municipal Database (GMD) e pela New York University no Projeto Pesquisa de Terrenos e Habitação em uma Amostra Global de Cidades (Atlas of Urban Expansion). Obteve distinção honorífica pela Universidad Nacional de Trujillo - Peru. Foi membro - 2018/2020 - da Comissão Especial de Planejamento Urbano e Ambiental (CEPUA) do CAU/TO. Participou de organização de livros, publicou artigos com resultados de estudos realizados e coordena projetos de pesquisa e de extensão em parcerias nacionais e internacionais. Atualmente coordena o programa Cidades de Fato pela Rádio UFTFM 96,9.

Downloads

Publicado

20-12-2023

Como Citar

SILVA, Mirlene Alves da; BAZZOLI, João Aparecido. DINÂMICA TERRITORIAL DO DISTRITO DE LUZIMANGUES E O FENÔMENO DA MIGRAÇÃO PENDULAR. Revista Estudo & Debate, [S. l.], v. 30, n. 4, 2023. DOI: 10.22410/issn.1983-036X.v30i4a2023.3413. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/estudoedebate/article/view/3413. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos