Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/2463
Title: Relação entre valgismo de joelho estático, dinâmico e amplitude de dorsiflexão de tornozelo de uma equipe de voleibol feminino de base
Authors: Lucian, Miguel
Keywords: Voleibol;Avaliação;Lesões no esporte;Joelho;Tornozelo;Volleyball;Evaluation;Sports injuries;Knee;Ankle
Date of Defense: 30-Nov-2018
Issue Date: 20-Feb-2019
Citation: LUCIAN, Miguel. Relação entre valgismo de joelho estático, dinâmico e amplitude de dorsiflexão de tornozelo de uma equipe de voleibol feminino de base. 2018. Artigo (Graduação) – Curso de Educação Física - Bacharelado, Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 30 nov. 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/2463.
Abstract: O valgismo dinâmico de joelho (VDJ) está associado a uma série de lesões no esporte, normalmente decorrentes do valgo estático de joelho (VEJ), déficit de força em abdutores e rotadores externos de quadril e a redução da amplitude de dorsiflexão (ADF). O objetivo deste estudo é analisar a presença e verificar a relação entre o VDJ, VEJ e ADF de tornozelo em uma equipe de voleibol feminino de base. Para isso, foram avaliadas 30 atletas femininas, entre 14 e 17 anos, utilizando informações presentes no banco de dados da equipe. Foi utilizado o Step Down Test, filmado e analisado com auxílio do software Kinovea, e a dorsiflexão ativa de tornozelos. Os resultados foram tabulados em planilha Excel, descritos por meio de média e desvio padrão, correlacionados a partir do coeficiente de Pearson e comparados os valores apresentados para membros inferiores (MMII) direito e esquerdo a partir do Teste T de Student pareado, adotando um grau de significância de p<0,05. Os resultados não apresentaram correlação entre ADF e VDJ, tampouco VEJ com VDJ. Porém, houve diferença significativa entre os MMII direito e esquerdo tanto para VEJ como VDJ. A maior parte da amostra (93,3%) apresenta riscos preditos de lesão indicados pela literatura. Com base neste estudo conclui- se que a relação entre os fenômenos supracitados é muito individual de cada atleta, sendo que a literatura especializada não segue um padrão de avaliações, o que interfere na confirmação da real interação entre eles.
Dynamic knee valgus (DKV) is associated with a number of injuries, usually due to genus valgus, force deficit in hip abductors and external rotators, and reduction of dorsiflexion amplitude (DFA). The objective of this study is to analyze the presence and verify the relationship between DKV, genus valgus and ankle DFA in a youth feminine volleyball team. For that, 30 female athletes, between 14 and 17 years old, were evaluated using information present in the team database. The Step Down Test was used, filmed and analyzed using Kinovea software, and Active Ankle Dorsiflexion. The results were tabulated in Excel spreadsheet, described by mean and standard deviation, correlated from the Pearson coefficient and compared the values presented for right and left lower limbs (LL) from the paired Student T Test, adopting a significance level of p <0.05. The results showed no correlation between DFA and DKV, also no genus valgus with DKV. However, there was a significant difference between right and left LL for both valgus and DKV. The vast majority of the sample (93,3%) presents predictors of injury indicated by the literature. Based on this study, it is concluded that the relationship between the aforementioned phenomena is very individual for each athlete, and the specialized literature does not follow a pattern of evaluations, which interferes with the confirmation of the real interaction between them.
URI: http://hdl.handle.net/10737/2463
Appears in Collections:Educação Física - Bacharelado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018MiguelLucian.pdf399,87 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons