Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/3016
Title: Análise comparativa dos efeitos da força do vento em edifícios altos
Authors: Jaeger, Paula Camila
Keywords: Ação do vento;Deslocamentos horizontais;Estabilidade global;Edifícios altos
Date of Defense: 2-Dec-2020
Issue Date: Dec-2020
Citation: JAEGER, Paula Camila. Análise comparativa dos efeitos da força do vento em edifícios altos. 2020. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 02 dez. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3016.
Abstract: As forças devidas ao vento geram solicitações que podem comprometer a estrutura, deste modo, no momento da elaboração do projeto estrutural de uma edificação é extremamente importante analisar os deslocamentos horizontais causados pela sua ação, definidos juntos à NBR 6123 (ABNT, 1988). Atrelado aos deslocamentos horizontais se faz necessário a verificação da estabilidade global da estrutura, considerando o método de cálculo utilizado pelo Coeficiente ?z (gama-z), determinado pela NBR 6118 (ABNT, 2014) para edificações com mais de quatro pavimentos. Diante deste contexto, o presente trabalho tem como objetivo analisar e avaliar o impacto da velocidade do vento em edificações altas. Para a realização deste estudo, foram elaborados quatro modelos estruturais hipotéticos, através do software Eberick, adotando diferentes números de pavimentos e variando a velocidade de vento. Considerando a disposição da planta baixa, semelhante para ambos os modelos, foram adotados os sistemas estruturais de núcleo rígido associado a pórticos rígidos, garantindo assim a estabilidade das estruturas. Após o dimensionamento dos modelos, foram obtidos os relatórios de estabilidade global da estrutura, deslocamentos horizontais devido a ação do vento e resumo de materiais, gerados pelo software. Ao comparar os resultados obtidos para as estruturas com mesmo número de pavimentos e velocidade de vento variável, NV20VV30 (20 pavimentos e velocidade de vento igual a 30 m/s) e NV20VV50 (20 pavimentos e velocidade de vento igual a 50 m/s), foi possível identificar um aumento significativo nos deslocamentos horizontais, no consumo de aço, de concreto e de área de fôrmas, necessários para a sua execução. O mesmo ocorre, quando comparado os resultados dos modelos com mesma velocidade de vento e número de pavimentos diferentes, NV20VV30 e NV40VV30 (20 pavimentos e velocidade de vento igual a 30 m/s), porém, é necessário salientar que o efeito do vento fica mais evidenciado na análise relacionada à estabilidade, considerando que ao avaliar o quantitativo de materiais, o acréscimo de pavimentos irá incrementar as cargas verticais. Neste caso, destaca-se a importância de considerar corretamente os efeitos da ação do vento no momento da concepção do projeto estrutural de uma edificação, considerando o alto impacto que a variação da sua velocidade irá gerar.
URI: http://hdl.handle.net/10737/3016
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020PaulaCamilaJaeger.pdf4,76 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons