Use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10737/3017
Title: Recuperação de vigas de concreto armado empregando os métodos de aumento de seção e aplicação de chapas metálicas
Authors: Silva, Luiz Felipe da
Keywords: Recuperação estrutural;Concreto Armado;Projeto de estruturas
Date of Defense: 3-Dec-2020
Issue Date: Nov-2020
Citation: SILVA, Luiz Felipe da. Recuperação de vigas de concreto armado empregando os métodos de aumento de seção e aplicação de chapas metálicas. 2020. Monografia (Graduação em Engenharia Civil) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 03 dez. 2020. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/3017.
Abstract: Na construção civil, o elemento mais usado é o concreto armado. Devido a este uso constante é comum este elemento estrutural apresentar manifestações patológicas ao longo da sua vida útil. Na ordem de buscar opções de recuperação para estas patologias que estão cada vez mais frequentes, surgem os projetos de recuperação de estruturas de concreto armado. A presente pesquisa visa comparar duas técnicas de reforço estrutural, que são o aumento de seção e a aplicação de chapas metálicas. O objetivo é avaliar o desempenho mecânico dos reforços aplicados em vigas, quando solicitados a esforços de flexão simples e de cisalhamento. Para isso, foram dimensionados e confeccionados corpos de prova equivalentes a vigas de concreto armado, divididas em grupos referentes a ensaios de flexão e cisalhamento. Tratando-se de uma recuperação estrutural, primeiramente, os elementos passaram por um pré-carregamento determinado para atingir o estado limite de serviço; posterior a isso, foram reforçados e por fim, carregados até seu limite de ruptura, onde atingiram sua ruína. Com relação aos dois métodos de recuperação estrutural para flexão, é possível destacar o excelente desempenho do aumento de seção, conferindo ganhos de resistência de 180% quando comparado à carga de ELS. O reforço através da aplicação de chapas metálicas chegou a apresentar ganhos de resistência na ordem de 98% em relação à carga de estado limite de serviço. Entre os dois métodos estudados, o aumento de seção demonstrou um maior ganho de aumento de resistência em relação ao método de chapa colada, confirmando ser um reforço estrutural eficiente.
URI: http://hdl.handle.net/10737/3017
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020LuizFelipedaSilva.pdf6,89 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons