Elites e formação de espaços regionais - análise de documentos de Taquari no século XIX

Imagem em miniatura
Data
2018-08-28
Autores
Schmitt, Fernanda Chemin
Título do periódico
ISSN
Título do Volume
Editor
Resumo
A criação da vila de Taquari em 1849, implicou na estruturação de um aparelho burocrático e administrativo e na atuação política de uma elite que passou a ocupar os postos de poder na câmara municipal. Tomando como ponto de partida a emancipação de Taquari, esta monografia apresenta a pesquisa realizada nas atas da Câmara de Vereadores, no código de posturas, no jornal O Taquaryense, datados da segunda metade do século XIX. Outras fontes documentais citadas neste trabalho são doações de sesmarias datadas dos séculos XVIII e XIX que se encontram no Arquivo Nacional. Dentre os objetivos deste trabalho está a compreensão das mudanças espaciais ocorridas no território de Taquari em seu processo de transformação de povoado à vila no ano de 1849. Com a análise documental foi possível identificar a existência de uma elite local anterior à fundação da vila, o que viabiliza a necessidade de compreensão das estratégias utilizadas pelos indivíduos que compunham a administração local na busca da manutenção do poder econômico, o domínio dos recursos naturais e o controle sobre o espaço geográfico. A metodologia utilizada é a qualitativa por meio da pesquisa dos documentos, as atas da câmara, o código de posturas e o jornal, além da revisão bibliográfica e levantamento de dados da referida documentação. Inicialmente apresenta-se a contextualização histórica sobre a formação de Taquari, considerando as mudanças ocorridas no território do país e do estado do Rio Grande do Sul e que, interferiram na forma como Taquari foi ocupada e colonizada. Em seguida, é feita a análise dos ofícios da Câmara de Taquari dos anos de 1849 a 1852, do código de posturas de 1899 e de matérias do jornal O Taquaryense. Com a investigação documental foi possível entender como a classe política de Taquari se apropriou dos espaços e contribui para a formação das cidades idealizadas pelo governo imperial e como a população foi monitorada e instruída a se comportar dentro destes espaços. Além disso, questões que envolvem a manutenção de poderes pelas famílias abastadas da região, preocupação com o crescimento da economia e com a mão de obra escravizada podem ser percebidas na leitura das atas da câmara de vereadores, revelando mais sobre a elite de Taquari/RS do período em questão.
Descrição
Palavras-chave
Taquari, História, Código de Posturas, Câmara de Vereadores
Citação
SCHMITT, Fernanda Chemin. Elites e formação de espaços regionais - análise de documentos de Taquari no século XIX. 2018. Monografia (Graduação em História) – Universidade do Vale do Taquari - Univates, Lajeado, 26 jun. 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/10737/2122.
Coleções