Grupos de Trabalho

1.Direitos humanos e Cidadania dos imigrantes
Ementa: O GT aceita colaborações sobre políticas públicas de imigração e suas relações com os direitos de imigrantes tanto no controle da circulação de pessoas, como no acolhimento e reconhecimento de direitos dos imigrantes, no Brasil e mundo afora.
Coordenadores: Daniel Braga Nascimento – UFRGS e Luciana Turatti, UNIVATES.

2. Gênero e saúde da mulher
Ementa: Serão aceitas as contribuições sobre o papel das mulheres nos processos migratórios; a posição das mulheres imigrantes no âmbito das famílias transnacionais; Os sentimentos e emoções que as mobilizam e (ou) as paralisam. O GT aceita propostas que foquem a questão das migrações e suas relações com os processos de saúde e doença relacionados com as populações migrantes. Serão bem vindas contribuições de cunho teórico ou de pesquisa de campo sobre as interfaces entre saúde e imigração nos seus diferentes contextos.
Coordenadores: Margarita Rosa Gaviria Mejía – UNIVATES

3. Papel da educação na inclusão social dos imigrantes
Ementa: Este GT se propõe a refletir sobre a educação na experiência migratória, as demandas por educação e as possibilidades de acesso à educação e às representações sociais em torno dela no âmbito da imigração contemporânea.
Coordenadores: Cristiane Feldmann - UniRitter, Tania Miorando – UNIVATES e Márcia Volkmer – UNIVATES

4. Transnacionalismo, redes e religião
Ementa: Este GT se propõe a tratar sobre redes, transnacionalismo e religiosidade nas migrações internacionais. O papel da religião no processo migratório e das igrejas, destacando sua atuação como instituições de proteção e assistência social, espaços de sociabilidade, de práticas religiosas e de identidade coletiva, entre outros.
Maria Catarina Zanini – UFSM e João Carlos Tedesco – UPF e Rosmari Cazarotto – UNIVATES

5. Trabalho, direitos humanos e migrações
Ementa: Capital, trabalho e movimentos migratórios. Condições de trabalho dos imigrantes. Relações informais e formais de trabalho e relações sindicais frente ao movimento migratório. Proteção aos direitos humanos dos trabalhadores.
Giuliana Redin – UFSM e Maria do Carmo Santos Gonçalves – Coordenadora do Centro de Atendimento ao Imigrante de Caxias do Sul; Tiago Weizenmann, UNIVATES

6. Migrações internacionais, configurações espaciais e identidades
Ementa: O GT trata dos movimentos migratórios a partir da perspectiva histórica, abordando territorialidades nas dimensões políticas, culturais e econômicas. Serão bem vindas contribuições que abordem os processos migratórios e suas problemáticas dentro de processos históricos. Movimentos migratórios acarretam processos de identitários, formação de redes, manutenção de laços com o país de origem, processos de identificação e contraste entre grupos locais e estrangeiros. Serão aceitas contribuições que trabalhem temáticas relacionadas com processos identitários decorrentes da circulação de pessoas. São bem vindas contribuições que abordem identidades e diferenças em contextos migratórios.
Paulo Muller – UFFS e Fernanda Brod - UNIVATES

7. Sociedades tradicionais e relações interétnicas
O Grupo de Trabalho (GT) se propõem a tratar questões envolvendo sociedades/comunidades/coletivos tradicionais, tais como indígenas, quilombolas, ribeirinhas, pescadores artesanais e tradicionais. O GT pretende reunir propostas para apresentações de trabalhos, principalmente envolvendo mitologia/cosmologia/ritual/diversidade religiosa, relações interétnicas, territorialidades e fronteiras transnacionais, migrações/mobilidade, rede de saberes e alianças com agências do Estado-nação, todas advindas no decorrer dos períodos pré-colonial, colonial e pós-colonialismo.
Coordenadores: Rogério Réus Gonçalves da Rosa – UFPEL; Magna Lima Magalhães- FEEVALE e Luís Fernando da Silva Laroque – UNIVATES