Histórico do Acervo

No ano 2000 o então Departamento de Letras da Univates criou o projeto de pesquisa “Museu do Livro: resgate da história de leitura da região do Vale do Taquari”. Em 2001 sua denominação passou a ser Museu Regional do Livro – MRL. Ele esteve até 2018 vinculado à Biblioteca da Instituição, quando passou a integrar as coleções do Centro de Memória, Documentação e Pesquisa da Univates – CMDPU/MCN. Nessa nova vinculação, sua denominação passou a ser Coleção de Livros Regionais.

A tipologia e a abrangência do acervo são multidisciplinares, contendo aproximadamente 2.850 obras, que podem ser consultadas somente no local, local sem empréstimo, além de outras restrições para preservar a integridade das obras. As visitas podem ser feitas por turmas de até 10 pessoas da comunidade em geral, escolas ou por graduandos e pesquisadores da Univates.