A ESSENCIALIDADE DO AMBIENTE ESCOLAR NA CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE GRADATIVAMENTE MAIS DEMOCRÁTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22410/issn.1983-0378.v44i2a2023.3324

Palavras-chave:

Democracia, Cidadania, Escola, Diversidade social

Resumo

Neste artigo se realiza um estudo acerca de duas concepções relacionadas ao ambiente escolar: uma em que prepondera a democracia e outra em que vigoram condições conservadoras e neoliberais. Difundidos tais entendimentos, objetiva-se descortinar como a escola se torna indispensável para o afastamento da última premissa, potencializando a formação de sujeitos éticos, entendedores da igualdade e da pluralidade social. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, seguindo uma estratégia descritiva e exploratória, tendo como metodologia a revisão bibliográfica e o exame documental de legislações, notícias e conteúdos audiovisuais. Os resultados são apresentados em seções: inicia-se com uma exposição conceitual da escola como espaço de desenvolvimento humano; segue-se com uma verificação das adversidades para chegar-se à condição acima; e finaliza-se com uma discussão sobre a importância deste local para a constituição de um ambiente comunitário mais democrático. Conclui-se que sua indispensabilidade acontece quando se posiciona em favor da diversidade, rompendo com paradigmas opressores e abrindo espaço para temas multiculturais.

Biografia do Autor

André Felipe Luzzi, Universidade do Vale do Taquari - Univates

Graduando em Direito pela Universidade do Vale do Taquari - Univates

Marcelo Leandro dos Santos, Universidade do Vale do Taquari - Univates

Doutor em Filosofia. Docente da Universidade do Vale do Taquari - Univates.

Downloads

Publicado

29-12-2023

Como Citar

LUZZI, André Felipe; SANTOS, Marcelo Leandro dos. A ESSENCIALIDADE DO AMBIENTE ESCOLAR NA CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE GRADATIVAMENTE MAIS DEMOCRÁTICA. Revista Signos, [S. l.], v. 44, n. 2, 2023. DOI: 10.22410/issn.1983-0378.v44i2a2023.3324. Disponível em: https://www.univates.br/revistas/index.php/signos/article/view/3324. Acesso em: 19 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos